sicnot

Perfil

Mundo

Treze mortos e 24 feridos em atentado num mercado na Nigéria

Treze pessoas morreram e 24 ficaram hoje feridas quando um bombista suicida se fez explodir num mercado de gado cheio de gente na cidade nigeriana de Maiduguri, a maior do nordeste do país, indicou a Cruz Vermelha Nigeriana.

STR

O porta-voz da Cruz Vermelha para o nordeste da Nigéria, Umar Sadiq, disse numa mensagem escrita que havia "treze mortos e 24 feridos" que foram transportados para dois hospitais da cidade para receber tratamento.  

A explosão abalou a capital do estado de Borno pelas 13:00 locais (mesma hora em Lisboa), no momento em que os vendedores se preparavam para arrumar as mercadorias e dar o dia por encerrado, indicaram membros de milícias civis que combatem o grupo extremista islâmico Boko Haram. 

"Estamos a tentar separar os restos humanos das carcaças de gado espalhadas por todo o lado", disse um combatente, Shettima Bulama, citado pela agência de notícias francesa, AFP.

"O 'kamikaze' escolheu o local mais frequentado do mercado para detonar os seus explosivos", precisou Bulama. 

Outro membro de uma milícia privada de autodefesa, que falou a coberto do anonimato por razões de segurança, fez um relato semelhante ao de Bulama. 

Segundo alguns órgãos de comunicação social nigerianos, o bombista suicida chegou ao local do atentado num veículo todo-o-terreno.

Maiduguri, bastião histórico do Boko Haram -- o movimento nasceu ali, no início dos anos 2000 -, já tinha sido atacado com 'rockets' durante a madrugada de hoje, bem como no sábado.

Também no sábado, um 'kamikaze' fez-se explodir numa mesquita, matando 26 fiéis e ferindo 28. 

O Presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, que tomou posse na sexta-feira, prometeu fazer da luta contra o Boko Haram a sua prioridade e anunciou querer deslocar para Maiduguri o centro de comando do exército encarregado do contraterrorismo, até agora situado em Abuja, a capital federal, situada a 850 quilómetros.

Lusa
  • Primeiro-ministro agradece sacrifícios dos portugueses
    0:46

    Economia

    O primeiro-ministro diz que os números do INE em relação ao défice de 2016 são prova de que havia uma alternativa e deixou uma palavra de agradecimento aos portugueses. As declarações de António Costa foram feiras aos jornalistas em Roma, onde se encontra para assinalar no sábado os 60 anos da União Europeia.

  • Jerónimo diz que UE vai continuar a causar constrangimentos a Portugal
    0:35

    Economia

    Esta sexta-feira na inauguração de uma exposição em Almada que denuncia a precariedade dos postos de trabalho, Jerónimo de Sousa falou sobre o défice de 2016. Para o secretário-geral do PCP, apesar do Governo ter ido além do exigido por Bruxelas, a União Europeia vai continuar a impedir Portugal de crescer.

  • Enfermeiros desconvocam greve

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) desconvocou esta sexta-feira a greve geral nacional marcada para quinta e sexta-feira da próxima semana, anunciou o presidente da estrutura, justificando com os compromissos assumidos pelo Ministério da Saúde.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33

    País

    O Comissário Europeu da Saúde defende uma proibição total do consumo de tabaco no espaço público. Esta e outras medidas foram defendidas, ontem, na Conferência Tabaco e Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

  • Visitar o Titanic vai custar 97 mil euros por pessoa

    Mundo

    Uma viagem a bordo do Titanic em 1912 era considerada uma viagem de luxo. Mais de 100 anos depois, continua a ser um luxo visitar o Titanic. Em 2018, vai ser possível conhecer os restos daquele que em tempos foi o maior navio do mundo. Contudo, nem todos vão poder fazê-lo, pois a viagem irá custar cerca de 97 mil euros por pessoa.