sicnot

Perfil

Mundo

Dois jovens homossexuais marroquinos detidos por se beijarem em público

Dois jovens marroquinos foram hoje detidos quando se beijavam perto do mausoléu Hassan II, em Rabat, no mesmo lugar onde terça-feira duas ativistas do movimento feminista Femen foram fotografadas seminuas a beijarem-se, relatou a revista Goud.ma.

John Locher

Segundo a revista, que cita fontes policiais, os dois jovens foram detidos e apresentados à Procuradoria-Geral e vão ser acusados de "atentar contra a moral pública".

O comportamento dos jovens ocorre um dia depois de duas ativistas da Femen França, ambas de nacionalidade francesa, terem aparecido seminuas a beijarem-se no mesmo monumento, o mais emblemático de Rabat, como reação contra a homofobia.

No mesmo dia à noite, um membro do grupo britânico Placebo protestou num concerto realizado no âmbito do festival Mawazine contra a criminalização da homossexualidade quando mostrou o dorso com uma cruz que tinha o número 489.

O número refere-se ao artigo 489 do Código Penal de Marrocos, que pune com até três anos de prisão quem tiver "relações sexuais contranatura com pessoas do mesmo sexo".

Lusa
  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57