sicnot

Perfil

Mundo

Juiz chileno condena 31 agentes da ditadura de Pinochet

Um juiz chileno condenou a diversas penas de prisão 31 agentes da ditadura de Augusto Pinochet pelo sequestro qualificado (desaparecimento) de dois irmãos detidos em 1974, informaram hoje fontes judiciais.

© Reuters Photographer / Reuter

Entre os condenados pelo juiz especial Hérnan Crisosto, da Comarca de Apelaciones de Santiago, destaca-se o general Manuel Contreras, ex-chefe da DINA, a polícia secreta de Pinochet, que acumula 500 anos de prisão depois de ser condenado em dezenas de juízos por violações dos direitos humanos.

Contreras foi condenado agora a 20 anos de prisão pelo desaparecimento de Carlos e Aldo Pérez Vargas, ambos membros do Movimento de Esquerda Revolucionária (MIR) - um grupo que resistiu com armas à ditadura - , detidos em 10 e 23 de setembro de 1974.

Também a 20 anos foram condenados outros quatro destacados oficiais da DINA, próximos de Contreras, os brigadeiros Pedro Espinoza e Miguel Krassnoff, e os coronéis Marcelo Moren e César Manquírez, como autores do delito.

Outros 16 ex-agentes, entre os quais uma mulher, foram condenados a 12 anos de prisão, enquanto mais quatro foram condenados a 10 anos, como autores do sequestro de Aldo Pérez.

Seis ex-agentes receberam condenações de cinco anos e um dia, como cúmplices de ambos os delitos.








Lusa
  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.