sicnot

Perfil

Mundo

Risco de erupção do Sinabung leva à retirada de 6.000 pessoas

galeria de fotos

Cerca de 6.000 pessoas a residir na área do monte Sinabung, na ilha indonésia de Samatra, foram retiradas pelas autoridades que emitiram um alerta devido ao aumento da atividade vulcânica, informou hoje a Agência para Gestão de Desastres.

O Sinabung despertou pela primeira vez em agosto de 2010 depois de ter passado 400 anos adormecido (Reuters/ Arquivo)

O Sinabung despertou pela primeira vez em agosto de 2010 depois de ter passado 400 anos adormecido (Reuters/ Arquivo)

© Reuters Photographer / Reuter

© Beawiharta Beawiharta / Reute

© YT Haryono / Reuters

© Roni Bintang / Reuters

© Beawiharta Beawiharta / Reute

© Stringer Indonesia / Reuters

© Tarmizy Harva / Reuters

© Reuters Photographer / Reuter

© YT Haryono / Reuters

"Existe risco de avalanches, seguidas de rios de lava e cinza num raio de sete quilómetros no sul e leste da colina", especificou o porta-voz do organismo, Sutopo Purwo Nugroho.

Dezasseis pessoas morreram em fevereiro de 2014, na sequência da erupção vulcânica do Sinabung, particularmente ativo desde setembro último.

O Sinabung despertou pela primeira vez em agosto de 2010 depois de ter passado 400 anos adormecido.

Mais de 25 mil pessoas tiveram que ser retiradas entre 2013 e 2014 pelas repetidas erupções de lava, pedras e cinza, das quais ainda aproximadamente 2.000 permanecem em abrigos temporários até hoje.

A Indonésia assenta sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica, albergando mais de 400 vulcões, dos quais pelo menos 129 continuam ativos e 65 são qualificados como perigosos.


Lusa
  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.