sicnot

Perfil

Mundo

Uma em cada oito espécies de aves em perigo na Europa

Uma em cada oito espécies de aves estão em risco de extinção na Europa, com destaque para o painho-de-monteiro, o britango e a águia-imperial, encontrados em Portugal, revela uma lista hoje divulgada.

Águia Real ou Águia Dourada, uma das espécies que existem em Portugal e que estão ameaçadas.

Águia Real ou Águia Dourada, uma das espécies que existem em Portugal e que estão ameaçadas.

© Vasily Fedosenko / Reuters

Lista Vermelha das Aves, divulgada pela  Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), mostra que, das 533 espécies de aves europeias, 70 estão sob ameaça e 11 receberam inclusivamente o estatuto de "criticamente ameaçadas".

Em  Portugal, o estudo identificou 22 espécies em vias de extinção, destacando a pardela-balear ("criticamente em perigo"), a freira-da-madeira, o britango e o priolo ("em perigo"). 

Ainda assim, segundo a SPEA, por toda a Europa existem muitos casos de espécies que viram o seu estado de conservação melhorado. A abetarda e o francelho, por exemplo, receberam o estatuto de "não ameaçadas" na União Europeia.

"A recuperação destas espécies é um resultado direto dos esforços de conservação realizados, da aplicação das diretivas Aves e Habitats e da implementação do programa LIFE da Comissão Europeia", explicou Luís Costa, diretor da SPEA.

O estudo centra-se, contudo, nas "dezenas de espécies com estatuto desfavorável, mostrando que os esforços de conservação não foram suficientes e têm de ser continuados", sobretudo em casos como o da pardela-balear, do sisão, da águia-imperial e do britango. 

Luís Costa confessa que "é chocante o caso das espécies que eram comuns mas que têm vindo a regredir fortemente há vários anos, continuando a ser ignoradas pelos decisores políticos".

As espécies cinegéticas - a rola-brava, o zarro, a piadeira, o arrabio, o tordo-zornal e o tordo-ruivo - encontram-se ameaçadas na União Europeia e "é urgente a suspensão da caça em Portugal", concluiu o presidente da SPEA.

A Lista Vermelha das Aves é um instrumento financiado pela Comissão Europeia publicado esta semana pela Birdlife Internacional e a União Internacional para a Conservação da Natureza, que vai ser a "base de conservação das aves na Europa para os próximos anos".



Lusa