sicnot

Perfil

Mundo

Encontradas 68 pessoas dentro de um contentor em Inglaterra

Um grupo de 68 imigrantes ilegais foi encontrado, esta noite, num contentor no porto de Harwich (Essex), no sudeste de Inglaterra. Sete tiveram de ser hospitalizados.

© Suzanne Plunkett / Reuters

Sete imigrantes foram transportados para o hospital de Colchester (Essex), informou o serviço de emergência médica de Inglaterra.

"Os pacientes que foram levados para o hospital sentiam dores no peito e na zona abdominal e estavam com a sensação de desmaio", indicou um porta-voz desse serviço, sublinhando que nenhum dos elementos do grupo se encontra em estado grave.

As outras 61 pessoas ficaram retidas pela agência de controlo de fronteiras do Reino Unido, segundo a agência noticiosa Efe.

A fonte não esclareceu em que barco chegou o contentor, ainda que a imprensa local afirme que veio da Holanda.

Os 68 supostos imigrantes ilegais são de nacionalidades diferentes e, entre eles, há mulheres grávidas, segundo o porta-voz.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.