sicnot

Perfil

Mundo

FMI aprova ajuda financeira ao Iraque de 830 milhões de dólares

O Fundo Monetário Internacional (FMI) deu hoje o seu acordo preliminar a uma ajuda de 830 milhões de dólares ao Iraque, para aliviar o impacto económico no país do conflito com o grupo extremista Estado Islâmico.

© Asmaa Waguih / Reuters

"O Fundo está disposto a apoiar o Iraque nos seus esforços para lidar com o impacto económico do conflito com o Estado Islâmico e o declínio dos preços mundiais do petróleo", afirmou uma equipa do FMI, após uma missão ao Iraque.

Segundo o FMI, o conflito armado continua a colocar os recursos do país em risco e criou uma tragédia humanitária e as infraestruturas e instalações do setor privados foram destruídas.

Para ajudar o país, as equipas do FMI deram luz verde a um plano de ajuda de 833 milhões de dólares que devem ser aprovados em julho pelos Estados-membros da instituição.

O Iraque já beneficiou em 2010 de uma linha de crédito de 3,5 mil milhões de dólares, que terminou no início de 2013.

O país também sofreu com a queda dos preços do petróleo, que provocaram uma diminuição das receitas com as exportações.

Bagdad é um dos maiores exportadores de petróleo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).







Lusa
  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.