sicnot

Perfil

Mundo

Família real britânica divulga primeiras fotos da princesa Charlotte

As primeiras fotos da princesa britânica Charlotte foram reveladas este sábado, através do Palácio de Kensigton, residência oficial dos príncipes, em que aparece o príncipe George a segurar e a beijar a irmã.

As fotografias foram tiradas quando Charlotte, nascida no dia 2 de maio, tinha duas semanas, em Anmer Hall, a casa de campo do Príncipe William e da sua mulher Kate.

As fotografias foram tiradas quando Charlotte, nascida no dia 2 de maio, tinha duas semanas, em Anmer Hall, a casa de campo do Príncipe William e da sua mulher Kate.

As três fotografias, tiradas pela mãe Kate Middleton, Duquesa de Cambridge, mostram o príncipe George, de 21 meses, sentado num sofá a segurar a irmã Charlotte.

As fotografias foram tiradas quando Charlotte, nascida no dia 2 de maio, tinha duas semanas, em Anmer Hall, a casa de campo do Príncipe William e da sua mulher Kate.

Apoiado em duas almofadas, Charlotte aparece nas fotografias com um conjunto de malha branco, enquanto o irmão tem uma camisa branca debruada a azul.

As fotografias do príncipe George são raras, já que foram divulgadas poucas e raramente tem sido visto em público.

As primeiras fotografias oficiais do primeiro filho de William e Kate, em casa, depois do nascimento, foram tiradas pelo avô paterno, Michael Middleton.

Entretanto, foi anunciado na sexta-feira que Charlotte será batizada no dia 5 de julho, na mesma igreja onde foi batizada a mãe do príncipe William, Diana.
Lusa
  • "Este é o elefante na sala sobre a saúde!"
    1:43

    País

    Catarina Martins acusa o Governo de estar alinhado com a direita na promoção de negócios privados na área da saúde. O Bloco de Esquerda quer uma nova lei de bases aprovada até ao final da legislatura e arrancou ontem com um ciclo nacional de sessões públicas para defender o Serviço Nacional de Saúde.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05