sicnot

Perfil

Mundo

Dois assassinos escapam "à filme" e deixam mensagem em post it

Dois reclusos escaparam de uma prisão de alta segurança, em Nova Iorque. Abriram um buraco na parede da cela, feita de aço, e passaram por túneis até encontrarem a saída. Mais de 200 agentes andam à procura dos homens, considerados perigosos.

Post it escrito por um dos detidos com a mensagem: "Tenham um bom dia".

Post it escrito por um dos detidos com a mensagem: "Tenham um bom dia".

© Reuters Photographer / Reuter

Um dos reclusos deixou uma mensagem na cela, num post-it: "Tenham um bom dia."

Um dos reclusos deixou uma mensagem na cela, num post-it: "Tenham um bom dia."

© Reuters Photographer / Reuter

Um dos homens deixou uma mensagem na cela, num post-it: "Tenham um bom dia."

Um dos homens deixou uma mensagem na cela, num post-it: "Tenham um bom dia."

© Reuters Photographer / Reuter

Richard Matt, 48 anos, foi condenado de 25 anos a prisão perpétua depois de em dezembro de 1997 ter raptado e agredido um homem até à morte.

Richard Matt, 48 anos, foi condenado de 25 anos a prisão perpétua depois de em dezembro de 1997 ter raptado e agredido um homem até à morte.

© Handout . / Reuters

David Sweat, 34 anos, cumpria uma pena de prisão perpétua, sem possibilidade de pedir liberdade condicional, por ter assassinado um adjunto de xerife em julho de 2002.

David Sweat, 34 anos, cumpria uma pena de prisão perpétua, sem possibilidade de pedir liberdade condicional, por ter assassinado um adjunto de xerife em julho de 2002.

© Handout . / Reuters

As autoridades ficaram de boca aberta quando viram as paredes, de ambas as celas, com um buraco. Afinal, trata-se de uma prisão de alta segurança e as paredes são feitas de aço.

Mas não foi só isso que surpreendeu os guardas. Os dois reclusos deixaram, na cela, um post it com a mensagem: "Tenham um bom dia".

E o dia não podia ter corrido pior para os elementos de segurança da prisão Clinton, para a polícia, e Governador do Estado de Nova Iorque, que iniciaram de imediato uma caça ao homem. Até agora, sem sucesso.

Os reclusos, Richard Matt, de 48 anos e David Sweat de 34, cumprem penas por homicídio. 

Richard foi condenado de 25 anos a prisão perpétua depois ter raptado e agredido um homem até à morte, em 1997. David cumpria uma pena de prisão perpétua, sem possibilidade de pedir liberdade condicional, por ter assassinado um adjunto de xerife em 2002.

Os dois foram vistos, pela última vez, às 22.30 de sexta-feira, na habitual contagem de prisioneiros. Matt e Sweat "vestiram" objetos com camisolas de capuz, para simular que estavam a dormir. Resultou até às 5.30, do dia seguinte, altura em que foi dado o alarme.

Ainda não se sabe se contaram com a ajuda de cúmplices. Sabe-se apenas que conseguiram abrir buracos na parede de ambas as celas (estavam em celas separadas, ao lado uma da outra).  

Contaram, para isso, com a ajuda de ferramentas elétricas, acreditam as autoridades. Mas como conseguiram os dois homens arranjar as ferramentas, é a grande questão.

Depois atravessaram um "elaborado labirinto de canos e túneis" até encontrarem a saída. 

O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo explicou, à CNN, que a fuga "foi elaborada e sofisticada".

Andrew Cuomo explica que a prisão de Clinton (conhecida como pequena Sibéria, porque fica numa zona onde as temperaturas são baixas em mais de metade do ano) é regularmente alvo de manutenção.

Suspeitam por isso que as ferramentas, usadas para facilitar a fuga, pertençam a trabalhadores da prisão.

Nas ruas de Nova Iorque foi montada uma mega operação de caça ao homem. Mais de 200 polícias estão nas ruas a passar a pente fino, casas e viaturas, numa tentativa de encontrar os dois assassinos, considerados perigosos.

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus pais e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Carro "desgovernado" entra em loja e atropela cliente

    Mundo

    O cliente de um mini-mercado no condado de Bronx, em Nova Iorque, sobreviveu de forma incrível ao impacto de um automóvel que entrou loja adentro. Apesar da violência das imagens, o homem sobreviveu e conseguiu mesmo sair da loja pelo próprio pé até ser transportado para o hospital.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.

  • Pulseira deixa sentir os movimentos do bebé ainda na barriga da mãe

    Mundo

    A pulseira Fibo permite que os futuros pais (ou mães) consigam sentir os seus filhos a dar pontapés ainda na barriga da mãe. Desenvolvida por um designer de joias da Dinamarca, a pulseira vai transmitir os movimentos do bebé no útero, de modo a que os pais possam partilhar essa experiência da gravidez.