sicnot

Perfil

Mundo

Dois assassinos escapam "à filme" e deixam mensagem em post it

Dois reclusos escaparam de uma prisão de alta segurança, em Nova Iorque. Abriram um buraco na parede da cela, feita de aço, e passaram por túneis até encontrarem a saída. Mais de 200 agentes andam à procura dos homens, considerados perigosos.

Post it escrito por um dos detidos com a mensagem: "Tenham um bom dia".

Post it escrito por um dos detidos com a mensagem: "Tenham um bom dia".

© Reuters Photographer / Reuter

Um dos reclusos deixou uma mensagem na cela, num post-it: "Tenham um bom dia."

Um dos reclusos deixou uma mensagem na cela, num post-it: "Tenham um bom dia."

© Reuters Photographer / Reuter

Um dos homens deixou uma mensagem na cela, num post-it: "Tenham um bom dia."

Um dos homens deixou uma mensagem na cela, num post-it: "Tenham um bom dia."

© Reuters Photographer / Reuter

Richard Matt, 48 anos, foi condenado de 25 anos a prisão perpétua depois de em dezembro de 1997 ter raptado e agredido um homem até à morte.

Richard Matt, 48 anos, foi condenado de 25 anos a prisão perpétua depois de em dezembro de 1997 ter raptado e agredido um homem até à morte.

© Handout . / Reuters

David Sweat, 34 anos, cumpria uma pena de prisão perpétua, sem possibilidade de pedir liberdade condicional, por ter assassinado um adjunto de xerife em julho de 2002.

David Sweat, 34 anos, cumpria uma pena de prisão perpétua, sem possibilidade de pedir liberdade condicional, por ter assassinado um adjunto de xerife em julho de 2002.

© Handout . / Reuters

As autoridades ficaram de boca aberta quando viram as paredes, de ambas as celas, com um buraco. Afinal, trata-se de uma prisão de alta segurança e as paredes são feitas de aço.

Mas não foi só isso que surpreendeu os guardas. Os dois reclusos deixaram, na cela, um post it com a mensagem: "Tenham um bom dia".

E o dia não podia ter corrido pior para os elementos de segurança da prisão Clinton, para a polícia, e Governador do Estado de Nova Iorque, que iniciaram de imediato uma caça ao homem. Até agora, sem sucesso.

Os reclusos, Richard Matt, de 48 anos e David Sweat de 34, cumprem penas por homicídio. 

Richard foi condenado de 25 anos a prisão perpétua depois ter raptado e agredido um homem até à morte, em 1997. David cumpria uma pena de prisão perpétua, sem possibilidade de pedir liberdade condicional, por ter assassinado um adjunto de xerife em 2002.

Os dois foram vistos, pela última vez, às 22.30 de sexta-feira, na habitual contagem de prisioneiros. Matt e Sweat "vestiram" objetos com camisolas de capuz, para simular que estavam a dormir. Resultou até às 5.30, do dia seguinte, altura em que foi dado o alarme.

Ainda não se sabe se contaram com a ajuda de cúmplices. Sabe-se apenas que conseguiram abrir buracos na parede de ambas as celas (estavam em celas separadas, ao lado uma da outra).  

Contaram, para isso, com a ajuda de ferramentas elétricas, acreditam as autoridades. Mas como conseguiram os dois homens arranjar as ferramentas, é a grande questão.

Depois atravessaram um "elaborado labirinto de canos e túneis" até encontrarem a saída. 

O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo explicou, à CNN, que a fuga "foi elaborada e sofisticada".

Andrew Cuomo explica que a prisão de Clinton (conhecida como pequena Sibéria, porque fica numa zona onde as temperaturas são baixas em mais de metade do ano) é regularmente alvo de manutenção.

Suspeitam por isso que as ferramentas, usadas para facilitar a fuga, pertençam a trabalhadores da prisão.

Nas ruas de Nova Iorque foi montada uma mega operação de caça ao homem. Mais de 200 polícias estão nas ruas a passar a pente fino, casas e viaturas, numa tentativa de encontrar os dois assassinos, considerados perigosos.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.