sicnot

Perfil

Mundo

Independente vence pela primeira vez eleições num estado do México

Pela primeira vez na história eleitoral do México, um candidato independente vai governar um estado do país após a vitória de Jaime Rodríguez "El Bronco" em Nuevo León, com 49% dos votos e à frente dos principais partidos.  

EPA

O seu triunfo no que é considerado o estado mexicano mais rico, devido à sua importante concentração industrial, significou ainda um duro golpe para o Partido Revolucionário Institucional (PRI), que obteve 23,6%, seguido de muito perto pelo conservador Partido de Ação Nacional (PAN), com 22,5% dos sufrágios. 

Numas eleições municipais e estaduais em que se estrearam as candidaturas independentes previstas na reforma político-eleitoral de 2014, Nuevo León demonstrou a desilusão dos cidadãos face aos partidos tradicionais e a necessidade de uma mudança. 

"Nuevo León precisa de alguém com caráter... Vou trabalhar com todos", disse o vencedor do escrutínio, antigo membro do PRI, em declarações a uma rádio local, assegurando que vai procurar o consenso para converter este estado num exemplo a nível nacional. 

Apesar do PRI, do Presidente Henrique Peña Nieto ter perdido Nuevo Léon, o partido conseguiu impor-se em seis dos nove governos estaduais onde decorreram escrutínios, recuperando o estado de Guerrero, que estava em poder do Partido da Revolução Democrática (PRD, esquerda moderada), e Sonora, atualmente governado pelo PAN.  

No primeiro caso, os eleitores penalizaram o PRD pelo desaparecimento de 43 estudantes em setembro na sequência do conluio entre autoridades civis e policiais corruptas e o crime organizado, um caso que provocou profunda comoção dentro e fora do país. 

José Luis Abarca, na ocasião presidente da câmara de Iguala, uma cidade do estado de Guerrero, está atualmente na prisão acusado de ser o mentor do ataque aos alunos da Normal Rural de Ayotzinapa (especializada na formação de professores do ensino primário para as áreas rurais) em 26 de setembro de 2014, com um balanço de seis mortos e 43 desaparecidos. 

Para a generalidade da imprensa internacional, o PRI foi o único vencedor do dia eleitoral de domingo, após também conseguir garantir com os seus aliados uma maioria no Congresso e fazer esquecer o descontentamento generalizado pelos sucessivos escândalos na governação, a violência simbolizada pelo desaparecimento dos 43 estudantes em Iguala ou o mau desempenho económico. 









Lusa
  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.