sicnot

Perfil

Mundo

ONU critica Israel por impacto das operações militares nas crianças

O secretário-geral da ONU criticou hoje Israel pelas consequências nas crianças palestinianas das suas operações militares, mas deixou este país fora da "lista negra" de Estados e grupos que violam os direitos dos menores nos conflitos.

© Suhaib Salem / Reuters

Ban Ki-moon distribuiu hoje aos membros do Conselho de Segurança a informação atual sobre a situação das crianças afetadas por guerras em todo o mundo e mostrou-se muito crítico com a atuação das forças armadas israelitas.

"Estou profundamente alarmado com o nível das violações graves sofridas pelas crianças em resultado das operações militares israelitas em 2014", assinalou o diplomata coreano no texto, em que considerou a situação "sem precedentes e inaceitável".

Contudo, Israel não aparece na chamada "lista negra" de países e grupos que violam os direitos das crianças nos conflitos, apesar de, segundo várias fontes, assim o ter recomendado inicialmente a enviada especial da ONU para esta questão, Leila Zerrougui, que também defendia a referência ao movimento palestiniano Hamas.

Nesta lista constam organizações como Al-Qaida e o denominado Estado Islâmico junto a forças armadas de países como a Síria, Iémen, Afeganistão e Sudão do Sul.

O embaixador israelita junto da ONU, Ron Prosor, congratulou-se com a decisão através de um comunicado, no qual considerou que Ban atuou corretamente ao não incluir Israel.

"No entanto, a ONU ainda tem muito para avançar. Em vez de publicar milhares de informações e listas contra Israel, deveria condenar de maneira inequívoca as organizações terroristas que operam na faixa de Gaza", assinalou Ron Prosor.







Lusa
  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.