sicnot

Perfil

Mundo

Parlamento britânico aprova projeto de lei que permite referendo sobre UE

O projeto de lei que vai permitir convocar no Reino Unido um referendo sobre a permanência na União Europeia foi hoje aprovado no parlamento britânico com o voto da maioria dos deputados. 

© POOL New / Reuters

O projeto de lei foi aprovado com 544 votos a favor e 53 contra.

Com a aprovação, a Câmara dos Comuns deu luz verde à legislação que vai permitir ao primeiro-ministro britânico, David Cameron, convocar o referendo antes do final de 2017. 

O texto, que prevê questionar os britânicos sobre se "Deverá o Reino Unido permanecer como membro da União Europeia?", vai agora passar por uma nova fase, durante a qual vão ser debatidas mudanças e emendas a cláusulas em particular.

A oposição trabalhista, que subscreve o pedido de consulta, mas que fará campanha a favor do 'sim', defende que a lei deve ser revista para ser autorizado o voto a pessoas com 16 e 17 anos de idade.

O Partido Nacionalista Escocês, com um peso inédito na Câmara do Comuns desde as eleições de 07 de maio, defende que os cidadãos da União Europeia residentes no Reino Unido devem participar no referendo, uma opção vetada no projeto de lei dos conservadores.

O primeiro-ministro britânico comprometeu-se na última campanha eleitoral fechar um acordo com Bruxelas e convocar um referendo antes do final de 2017, mas não descartou a possibilidade de antecipar o referendo para 2016 se as negociações com a União Europeia ficarem concluídas antes do previsto.

Segundo as últimas sondagens, 16% por cento dos britânicos vão votar a favor da permanência na União Europeia, enquanto 12% vai defender a saída.

Dos restantes cidadãos britânicos, que ainda não têm uma posição definitiva, 31% aponta para a permanência na União Europeia, enquanto 28% estão mais inclinados para votar na saída.

Lusa
  • Proteção Civil desmobiliza meios em Setúbal

    País

    A Proteção Civil vai começar a desmobilizar, hoje à tarde, meios de combate ao incêndio que deflagrou na terça-feira em Setúbal e que já está em fase de rescaldo, disse à agência Lusa o vereador da Proteção Civil Municipal.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • Portugal condenado por decisão "discriminatória e preconceituosa"
    1:19

    País

    Portugal voltou a ser condenado pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, desta vez por causa de uma decisão discriminatória e preconceituosa. Trata-se do caso da mulher a quem o Supremo Tribunal Administrativo baixou o valor de uma indemnização por negligência médica. Entre os vários argumentos usados, os juízes portugueses consideraram que a sexualidade é menos importante quando se tem 50 anos e dois filhos.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26

    País

    O candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, André Ventura, foi entrevistado esta terça-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. Em análise, a polémica em torno das declarações do candidato sobre a comunidade cigana.

    Entrevista SIC Notícias

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.