sicnot

Perfil

Mundo

Caso do brasileiro abatido pela polícia em Londres em 2005 começou a ser julgado

O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem começou hoje a analisar o caso do brasileiro abatido pela polícia no metro de Londres em 2005. Jean Charles de Menezes foi atingido com sete tiros quando entrava no metro. 

A polícia confundiu-o com um terrorista que, na véspera, tinha tentado atacar a rede de transportes londrina. A morte do brasileiro, de 27 anos, aconteceu duas semanas depois dos atentados de 7 de julho, no metro de Londres, que fizeram 52 mortos.

Na altura, a Scotland Yard admitiu o erro, argumentando que as autoridades estavam em alerta máximo e sob forte pressão. Mas nenhum polícia foi indiciado individualmente. 

A família  levou o caso a Estrasburgo e exige que o caso volte a ser investigado.
  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.