sicnot

Perfil

Mundo

Capacetes azuis da ONU dão comida e telemóveis em troca de sexo

Os soldados da ONU em forças de manutenção de paz dão comida e telemóveis em troca de sexo, segundo um relatório interno das Nações Unidas.

A ONU tem atualmente 125 mil capacetes azuis destacados em vários países do mundo. (Arquivo)

A ONU tem atualmente 125 mil capacetes azuis destacados em vários países do mundo. (Arquivo)

© Ronen Zvulun / Reuters

O relatório acrescenta que, só no ano passado, foram recebidas 51 queixas contra os capacetes azuis por abuso ou exploração sexual. Um número que ainda assim é ligeiramente inferior às 66 queixas apresentadas em 2013. 

O documento cita também um inquérito feito no ano passado, no Haiti, onde mais de 230 pessoas admitiram ter trocado sexo por dinheiro ou outros bens. 

A ONU tem atualmente 125 mil capacetes azuis destacados em vários países do mundo.
  • Suspensas negociações para libertar capacetes azuis das Fiji
    0:35

    Mundo

    O Exército das Fiji anunciou hoje que foram suspensas as negociações para a libertação dos capacetes azuis fijianos detidos nos Montes Golã, na Síria. O chefe do Exército fijiano, Mosese Tikoitoga, que falou depois de o Conselho de Segurança da ONU ter debatido a situação, explicou que os sequestradores não voltaram a estabelecer qualquer contacto para retomar as conversações. Ontem, o sub-secretário-geral da organização, Herve Ladsous, e a embaixadora dos EUA, Samantha Power, exigiam a libertação imediata e incondicional dos capacetes azuis.

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC