sicnot

Perfil

Mundo

Coronavírus já matou 11 pessoas na Coreia do Sul, 126 estão infetadas

As autoridades sul-coreanas reportaram hoje a sua 11.ª vítima mortal causada pela Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS-CoV), mas instaram a população a levar uma vida normal, por o ritmo de novos casos estar a abrandar. 

© Kim Hong-Ji / Reuters

A 11.ª vítima é uma mulher de 72 anos que morreu hoje depois de ter contraído a infeção no hospital, afirmou o Ministério da Saúde. 

Quatro novos casos foram reportados hoje, abaixo dos 14 registados na quinta-feira e dos 13 na quarta-feira, fixando em 126 o número total de pessoas na Coreia do Sul aos quais foi diagnosticado o vírus. 

O primeiro doente infetado com MERS foi diagnosticado a 20 de maio, após uma visita à Arábia Saudita. 

O MERS é considerado um 'primo', mais mortal, mas menos contagioso, do vírus responsável pela Síndrome Respiratória Aguda Severa (SARS) que, em 2008, fez cerca de 800 mortos em todo o mundo.

Tal como aquele vírus, provoca uma infeção pulmonar e os afetados sofrem de febre, tosse e dificuldades respiratórias, não havendo, por enquanto, tratamento preventivo para a doença.

Sobe para 126 o número de infetados 

A Coreia do Sul registou hoje quatro novos casos de Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS-CoV), elevando para 126 o número de infeções pelo coronavírus. 

Até à data a Coreia do Sul registou um total de dez mortes devido ao MERS, segundo dados do Ministério da Saúde. 

Na última semana o número de novos casos diários manteve-se acima de uma dezena por dia. 

Os quatro novos doentes ficaram infetados no Centro Médico Samsung, em Seul, foco da maioria dos contágios até à data, de acordo com comunicado do Ministério. 

"A possibilidade de o MERS se propagar na sociedade é muito baixa", afirmou Kwon Duk-choel, diretor dos Centros de Controlo e Prevenção de Coreia numa conferência de imprensa, na qual aconselhou os cidadãos a "fazer uma vida normal".

O número de pessoas em quarentena foi  hoje reduzido em 125, permanecendo 3.680 nessa condição por motivos de prevenção.

O primeiro doente infetado com MERS foi diagnosticado a 20 de maio, após uma visita à Arábia Saudita. 

O MERS é considerado um 'primo', mais mortal, mas menos contagioso, do vírus responsável pela Síndrome Respiratória Aguda Severa (SARS) que, em 2008, fez cerca de 800 mortos em todo o mundo.

Tal como aquele vírus, provoca uma infeção pulmonar e os afetados sofrem de febre, tosse e dificuldades respiratórias, não havendo, por enquanto, tratamento preventivo para a doença.

 
Lusa

  • Tomadas medidas para evitar danos ambientais após acidente na barra da Armona
    1:49

    País

    Quatro tripulantes foram transportados para o hospital com hipotermia, depois de terem caído ao mar. A embarcação onde seguiam, e que faz trabalhos de reposição de areias, virou-se esta manhã, na ilha da Armona, em Olhão. As autoridades vão abrir um inquérito para apurar as causas do acidente e estão a tomar medidas para evitar danos ambientais, visto que a embarcação transportava 12 mil litros de gasóleo.

  • Papa no Chile em ambiente de contestação à Igreja Católica
    3:13

    Mundo

    O Papa pediu hoje perdão pelos crimes de pedofilia cometidos por membros da Igreja Católica no Chile, referindo que sentiu "dor e vergonha" diante do "dano irreparável" causado às crianças vítimas de abuso sexual. Francisco está a cumprir uma deslocação de três dias ao Chile, onde a contestação à visita e à Igreja se faz sentir. O Papa enfrenta um ambiente hostil na sexta viagem à América Latina, devido à denúncia de abusos sexuais na Igreja.

  • Reviravolta na Operação Fizz
    1:09

    País

    O juiz que vai julgar o chamado processo da Operação Fizz decidiu aceitar as denúncias de Orlando Figueira contra o presidente do Banco Atlântico e o advogado Daniel Proença de Carvalho. As acusações do principal arguido contra o banqueiro Carlos Silva e o advogado Proença de Carvalho podem trazer uma reviravolta ao processo.

  • Apoio psicológico fundamental em Vila Nova da Rainha
    2:19
  • Projeto Bairros Sem Cárie levou 300 pessoas do Seixal ao dentista
    3:08

    País

    Portugal tem dos piores indicadores de saúde oral da Europa e ir ao dentista é quase um luxo. Num país assim ganham ainda mais relevância iniciativas como o projeto Bairros Sem Cárie. 300 pessoas de bairros sociais do Seixal tiveram uma consulta de estomatologia gratuita.

  • Homem rompe a garganta ao tentar impedir espirro

    Mundo

    Impedir um espirro apertando o nariz pode causar sérias lesões. Foi o que aconteceu a um homem na Grã-Bretanha que teve de ser hospitalizado porque sofreu uma rutura na garganta ao apertar boca e nariz ao espirrar.