sicnot

Perfil

Mundo

Strauss-Kahn absolvido de lenocínio

A justiça francesa absolveu hoje o ex-diretor do FMI Dominique Strauss-Kahn da acusação de organizar orgias com prostitutas.

Michel Spingler

Strauss-Kahn era acusado de proxenetismo agravado e de ser o principal beneficiário e instigador de festas libertinas. 

O antigo diretor do Fundo Monetário Internacional foi julgado no tribunal de Lille, em França.

Dominique Strauss Khan alegava que os encontros eram festas. As mulheres que participaram assumiram que eram prostitutas e afirmaram que não estavam a divertir-se. 

O tribunal acabou por absolver Strauss-Khan de todas as acusações.

O julgamento por proxenetismo começou quatro anos depois do escândalo ocorrido num hotel em Nova Iorque, onde foi acusado de violar uma empregada daquela unidade hoteleira, em 2011.
  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Cágado tratado com implante impresso em 3D
    2:26
  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.