sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Sul regista 14ª vítima mortal devido ao coronavírus MERS

O número de mortos devido à Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS) subiu para 14 e foram registados 12 novos casos de contágio, informaram hoje as autoridades.

Turistas chineses, no centro de Seul, na Coreia do Norte usam máscaras de proteção.

Turistas chineses, no centro de Seul, na Coreia do Norte usam máscaras de proteção.

© Kim Hong-Ji / Reuters

Uma mulher de 68 anos morreu hoje depois de ter sido infetada por um doente no hospital de Pyeongtaek, a 65 quilómetros a sul de Seul, segundo o Ministério da Saúde. 

As 14 vítimas sofriam de outras doenças antes de terem contraído o vírus, informaram as autoridades. A mais recente vítima tinha hipertensão e hipertiroidismo. 

No total, 138 pessoas foram infetadas pelo novo coronavírus, cujo primeiro diagnóstico foi realizado a 20 de maio, num homem que regressou de uma viagem à Arábia Saudita e outros países do Médio Oriente. 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou na sexta-feira que vai convocar, na próxima semana, a comissão de emergências para abordar a situação da Síndrome Respiratória do Médio Oriente.

O MERS é um vírus mais mortal, mas menos contagioso, do que o responsável pela Síndrome Respiratória Aguda Severa (SARS, sigla em inglês) que, em 2003, fez cerca de 800 mortos em todo o mundo.

A MERS provoca uma infeção pulmonar e os afetados sofrem de febre, tosse e dificuldades respiratórias, não havendo, por enquanto, vacina ou tratamento para o vírus.

A doença regista uma taxa de mortalidade de cerca de 35%, de acordo com a OMS.

Na Arábia Saudita, mais de 950 pessoas foram contaminadas desde 2012 e 412 morreram.

 
Lusa

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC