sicnot

Perfil

Mundo

Rosetta estabelece segundo contacto com módulo na superfície de cometa

 A sonda espacial Rosetta estabeleceu hoje um segundo contacto com o módulo Philae na superfície do cometa 67/P, pondo fim a uma letargia de quase sete meses nas comunicações entre os dois aparelhos.

ESA /ATG medialab

Este novo sinal ocorreu por volta das 06:30 horas de Lisboa, difundiu a 'France 2', salientando que o módulo Philae, que no dia 12 de novembro de 2014 pousou na superfície do cometa 67P/Churymov-Gerasimenko, "está completamente desperto".

O módulo permite observar que esse cometa se encontra em "plena efervescência", libertando gases e poeiras para o espaço, disse o presidente do Centro Nacional de Estudos Espaciais (CNES) francês, Jean-Yves Gall.

O módulo Philae está a 320 milhões de quilómetros da Terra, pelo que as suas transmissões demoram 17 minutos a chegar. 

Nas últimas semanas a equipa científica da missão Rosetta já tinha prognosticado que o módulo poderia despertar em junho, à medida que o cometa se aproximasse do Sol e este alimentasse as baterias solares do Philae.

A sonda Rosetta foi lançada em março de 2004, e está a orbitar o cometa 67/P desde o ano passado. O módulo de aterragem Philae possui instrumentos a bordo que incluem dois sofisticados medidores magnéticos

Em novembro de 2014 ao pousar no 67/P, a 500 milhões de quilómetros da Terra e após uma viagem de 10 anos, o Philae tornou-se o primeiro objeto de fabrico humano a pousar num cometa.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.