sicnot

Perfil

Mundo

Timor-Leste quer retomar cooperação com Portugal na área da Justiça

O ministro de Estado e da Presidência do Conselho de Ministros timorense, Agio Pereira, disse hoje, em Lisboa, que Timor-Leste pretende retomar a cooperação com Portugal no setor da Justiça.

© Dadang Tri / Reuters

"No âmbito da justiça, no dia 18 (de junho), vou encontrar-me com a senhora ministra da Justiça (de Portugal)", disse hoje à Lusa Agio Pereira. 

O ministro timorense fez estas declarações à margem da Conferência Portugal/Timor-Leste, que decorreu hoje, na Assembleia da República, em Lisboa.

"Vamos precisamente conversar sobre a forma de reatar as relações bilaterais protocolares no âmbito de cooperação no setor da Justiça, porque esta é prioridade do nosso Governo", afirmou o ministro timorense, sobre o encontro com a ministra da Justiça.

"O nosso primeiro-ministro, Rui Araújo, quer acelerar a normalização desta cooperação bilateral no setor da Justiça. É esse processo que estamos agora a avançar, para consolidar o mais rápido possível", acrescentou Agio Pereira. 

Em novembro de 2014, o Governo timorense expulsou do país de sete magistrados internacionais, seis portugueses e um cabo-verdiano, por "motivos de força maior e de interesse nacional".

O então primeiro-ministro timorense, Xanana Gusmão, justificou a decisão com erros em processos que envolviam o Estado timorense e as empresas petrolíferas num valor superior a 300 milhões de dólares. Já os magistrados expulsos, afirmaram que a decisão foi tomada por causa dos processos por alegada corrupção contra altos funcionários do Estado.

Portugal anunciou, através do primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, a suspensão da cooperação no setor judiciário e várias organizações internacionais e não-governamentais apelaram ao Governo timorense para respeitar a separação de poderes.

"Em geral, a cooperação, como é de se esperar, é muito forte, é muito estável entre os dois países (Portugal/Timor-Leste) com laços de séculos muito estreitos, entre dois países irmãos. Às vezes, há soluços que temos de saber suplantar", disse hoje Agio Pereira.

Na conferência de hoje, em Lisboa, o presidente do parlamento timorense, Vicente Guterres, disse que "é vital" a harmonização legislativa, dando como exemplo a necessidade de "aperfeiçoar o regime jurídico fiscal, melhorar a lei de investimento e da contração pública" para "atrair e criar condições para investimentos seguros e de qualidade".

"É igualmente urgente aprovar o pacote legislativo das terras. Sem uma lei dos solos, não há investimento, sem este não há desenvolvimento. A fim de consolidar a estabilidade, a paz e o estado de direito, o governo irá igualmente implementar reformas para reforçar o setor da Justiça", sublinhou o presidente o parlamento timorense.

Tanto Vicente Guterres como Agio Pereira, nas suas intervenções na conferência, reforçaram a ideia de que Timor-Leste é uma plataforma que servirá para reforçar a cooperação e as relações comerciais entre a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e a Associação dos Países do Sudeste Asiático (ASEAN).

Pereira e Guterres reforçaram ainda a importância do português no contexto histórico do país e o compromisso de consolidar cada vez mais a língua portuguesa no país.







Lusa
  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.