sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 19 número de mortos na Coreia do Sul devido ao novo coronavírus

 A Coreia do Sul deu hoje conta de três novas mortes devido à Síndrome Respiratória do Médio Oriente, elevando para 19 o número de mortos, num surto que já contagiou 154 pessoas.

© Kim Hong-Ji / Reuters

Segundo o Ministério da Saúde e Bem-Estar sul-coreano, três dos quatro mortos contraíram o novo coronavírus ao visitar o Centro Médico Samsung de Seul, o hospital onde se registou a grande maioria dos contágios.

O centro de saúde, propriedade do Grupo Samsung, decidiu suspender as suas operações pelo menos até 24 de junho. 

O Governo sul-coreano considera que o vírus não se propagou entre a população em geral, já que o contágio está quase exclusivamente limitado aos hospitais (há 55 afetados em todo o país), e estima que o surto pode estar controlado no final do mês.

Até ao momento, 17 pessoas recuperaram da doença, que foi pela primeira vez detetada a 20 de maio, informou hoje o Ministério.

Atualmente há 5.580 pessoas em todo o país de quarentena devido à possibilidade de terem contraído o vírus, que tem um período de incubação de 14 dias.



Lusa
  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Temperaturas negativas em várias zonas do país nos próximos dias
    1:57

    País

    O frio vai começar a fazer-se sentir nos próximos dias com as temperaturas a descerem para valores negativos em várias zonas do país. Em Lisboa, cinco estações de metro vão estar abertas durante a noite para albergar os sem-abrigo que também vão receber agasalhos e refeições quentes.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.