sicnot

Perfil

Mundo

Consumo de gin adulterado mata 70 pessoas na Nigéria

Pelo menos 70 pessoas morreram no sul da Nigéria depois de terem ingerido um gin de fabrico artesanal que continha uma grande quantidade de metanol, uma substância muito tóxica, divulgaram esta quarta-feira responsáveis locais. 

(Arquivo)

(Arquivo)

© Mario Anzuoni / Reuters

Segundo Somiari Harry, responsável pelo departamento de saúde pública do Estado de Rivers (sul), as mortes foram registadas após o consumo de ogogoro, designação local para um gin artesanal, em cinco localidades diferentes daquela região.

"Até agora, o balanço das vítimas que consumiram ogogoro é de 70", afirmou o representante, em declarações à agência noticiosa francesa AFP.

O ogogoro, uma bebida muito barata e muito popular na Nigéria, é feito a partir da seiva das palmeiras de ráfia.

Esta bebida contém geralmente entre 30 a 60 graus de álcool, razão pela qual a bebida é proibida em alguns Estados.

Após estas mortes, que começaram a ser contabilizadas no início deste mês, as autoridades de Rivers decidiram proibir a fabricação, distribuição e a venda em retalho desta bebida naquele Estado.

O diretor do centro de controlo de doenças do Estado de Rivers, Nnanna Onyekwere, confirmou o balanço de vítimas mortais.

Segundo o responsável, no total, pelo menos 80 pessoas sofreram de intoxicação devido à ingestão desta bebida.

As análises realizadas revelaram que "a bebida tinha fortes doses de metanol, que é prejudicial para a saúde", precisou Nnanna Onyekwere, acrescentando que não foram registados novos casos na última semana.

Em abril passado, cerca de 20 pessoas morreram na cidade de Ode-Irele, no sudeste da Nigéria, depois do consumo deste gin artesanal.

Solvente industrial altamente tóxico, o metanol, também designado como álcool metílico, é também utilizado como combustível e anticongelante.
Lusa
  • A moda dos gins
    4:41

    País

    A bebida da moda não é barata, mas parece ter vindo para ficar. Em quase todos os bares se servem cada vez mais copos de balão cheios de gin tónico. A bebida pode custar 20 euros por copo, no entanto, apesar do preço há cada vez mais fãs.

  • Madonna diz que América nunca desceu tão baixo
    2:12

    Mundo

    No mundo artístico, foram várias as vozes que se levantaram contra Trump, entre elas Madonna. A cantora disse esta quinta-feira em Nova Iorque, a propósito do dia da tomada de posse, que nunca a América desceu tão baixo. Já o ator Matthew McConaughey - que está em Londres - garantiu que não ia perder a cerimónia pela televisão.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida