sicnot

Perfil

Mundo

Deputados europeus apoiam proibição de animais e produtos clonados

As comissões de Agricultura e Ambiente do Parlamento Europeu (PE) aprovaram hoje um documento a exigir a proibição de produtos e animais clonados, e seus descendentes, na União Europeia (EU). 

Lee Jin-man

No relatório, aprovado por 82 deputados (oito votos contra e oito abstenções), os deputados defendem o projeto da Comissão Europeia de proibir a clonagem de animais para fins agrícolas na UE e a venda destes animais. 

Os deputados querem também proibir a venda e a importação de produtos obtidos a partir de animais clonados, nomeadamente esperma e embriões, bem como descendentes destes animais e produtos, em defesa do bem-estar animal, de preocupações éticas e das reservas dos consumidores europeus. 

O PE exige condições de rastreabilidade dos parceiros comerciais da UE para impedir que esta moratória seja contornada. 

O documento terá de ser aprovado em plenário, em princípio em setembro, antes da abertura de negociações entre deputados, governos e Comissão para terminar as regras europeias sobre esta matéria. 

A carne dos clones não se come, mas embriões e sementes são comercializados e exportados e os descendentes são criados, especialmente nos Estados Unidos, Argentina, Brasil e Uruguai, sem qualquer sistema de rastreabilidade. 

No projeto legislativo, apresentado em 2013 para regulamentar esta prática, o executivo europeu renunciou à proibição da venda de carne ou leite dos descendentes de animais clonados por causa dos parceiros comerciais. 

A Comissão excluiu também legislação sobre a etiquetagem destes produtos, argumentando que aumentava os custos para os produtores, apesar de antecipar a oposição do PE a estas propostas. 

Lusa
  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efectivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21