sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 31 mortos e dezenas de feridos em cinco atentados no Iémen

Pelo menos 31 pessoas morreram hoje e dezenas ficaram feridas em Sanaa, em cinco atentados simultâneos contra mesquitas xiitas e a casa de um responsável da rebelião que controla a capital iemenita, disseram responsáveis.

YAHYA ARHAB

Dois veículos armadilhados visaram mesquitas e um terceiro a casa do chefe da comissão política da rebelião xiita 'Huthi', Saleh al-Sammad.

Dois engenhos explosivos deflagraram em frente de duas outras mesquitas durante a oração da noite, indicaram testemunhas e fontes da segurança. 

Fontes médicas disseram que 31 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas nos atentados, perpetrados na véspera do primeiro dia do Ramadão, mês de jejum dos muçulmanos. 

Os ataques, que não foram reivindicados, aconteceram numa altura em que decorrem em Genebra negociações indiretas entre rebeldes 'Huthis', que tomaram Sanaa em janeiro do ano passado, e o governo iemenita exilado na Arábia Saudita. 

Os combates no Iémen, onde uma coligação liderada pela Arábia Saudita realiza desde 26 de março ataques contra posições rebeldes, causaram 2.600 mortos, desde o fim de março, de acordo com dados da ONU. 

Os ataques aéreos não travaram a progressão dos rebeldes que, além de Sanaa, controlam uma grande parte de Aden, segunda cidade do país, e grandes zonas de outras províncias. 

A situação humanitária é catastrófica neste país da península arábica. 

Lusa
  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.