sicnot

Perfil

Mundo

Detido presumível autor de tiroteio em Charleston

O presumível autor do homicídio de nove pessoas, hoje abatidas a tiro numa igreja da comunidade negra de Charleston, nos Estados Unidos, foi detido, noticiou a imprensa. O jovem branco de 21 anos, identificado como Dylann Roof, foi intercetado em Shelby, no estado da Carolina do Norte, em circunstâncias ainda desconhecidas, segundo a estação televisiva local WLTX19 e a CNN. 

Imagens do suspeito, recolhidas por uma câmara de vigilância.

Imagens do suspeito, recolhidas por uma câmara de vigilância.

© Handout . / Reuters

A polícia de Charleston divulgou imagens do jovem, recolhidas por uma câmara de vigilância e mostram um rapaz com cerca de 1,75 metros de altura, cabelo louro escuro ou castanho com um corte à tigela e vestido com uma camisola cinzenta.

Na página de Facebook de Roof, este aparece numa fotografia vestido com um casaco negro com emblemas da bandeira sul-africana do tempo do regime segregacionista do Apartheid, e da bandeira da Rodésia, um país sob o domínio de brancos até 1979, que é hoje o Zimbabué.

O atirador fugiu do local do tiroteio, ocorrido na quarta-feira à noite, num veículo de cor preta.

O jovem vive na região de Columbia, a capital do Estado da Carolina do sul, no sudeste dos Estados Unidos, indicou o FBI, segundo o jornal local Post and Courier.

Columbia está a uma distância de cerca de duas horas de Charleston. 

A justiça federal norte-americana abriu "em paralelo e em cooperação" com as autoridades locais um inquérito por "crime de ódio" com motivações racistas, segundo precisou o Departamento de Justiça norte-americano.

A designação de crime de ódio permite ativar meios federais adicionais.

O suspeito, "muito perigoso", "ficou durante quase uma hora com o grupo" que estudava a Bíblia dentro da igreja antes de disparar, disse o chefe da polícia de Charleston, Gregory Mullen, durante uma conferência de imprensa.

Na mesma ocasião, a polícia local pediu reforços da polícia federal norte-americana e da capital federal Washington. 

"Vamos virar cada pedra" para encontrar o suspeito, prometeu Gregory Mullen.

No tiroteio morreram nove pessoas: três homens e seis mulheres. Entre as vítimas mortais figura o pastor Clementa Pinckney, uma figura importante da comunidade negra local e representante democrata no Senado do Estado.

Lusa
  • Coreia do Norte lança novo míssil balístico

    Mundo

    O Pentágono detetou esta sexta-feira mais um lançamento de um míssil balístico por parte da Coreia do Norte. O primeiro-ministro japonês já confirmou o lançamento, que terá atingido a zona económica exclusiva, no Mar do Japão.

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.