sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Sul acredita que surto de MERS está a perder força

As autoridades de saúde da Coreia do Sul consideraram hoje que a Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS na sigla inglesa), que já matou 24 pessoas no país, estará a começar a perder força.

© Kim Hong-Ji / Reuters

A tese das autoridades sul-coreanas surge quando foi reportado mais um caso de contágio, a taxa mais baixa de infeção em duas semanas.

Com este novo caso as autoridades de saúde da Coreia do Sul confirmaram 166 contágios desde que a doença foi identificada pela primeira vez a 20 de maio.

Desde quinta-feira, o número de pessoas em quarentena caiu 12% para 5.930, um dia depois de a Tailândia confirmar o primeiro caso da doença, tornando-se assim o segundo país asiático a fazê-lo.

Apesar das fortes críticas ao governo da Presidente Park Geun-Hye, e do pedido de desculpas do recém-nomeado primeiro-ministro Hwang Kyo-ahn por alegada "resposta inadequada" ao problema no início, a líder da Organização Mundial de Saúde, Margaret Chan, de Hong Kong, manifestou o seu otimismo na capacidade sul-coreana em conter o vírus.

Margaret Chan salientou mesmo que Seul está agora "em muito bom ritmo" depois de uma resposta inicial algo lenta.

Uma pequena vila colocada sob quarenta "abriu" hoje, após duas semanas de isolamento, autorizando os seus 102 habitantes a retomar a normal atividade diária.

"Aparentemente o surto começou a perder força", disse uma fonte do Ministério da Saúde aos jornalistas numa reunião diária em Seul ao salientar, no entanto, a necessidade de aguardar e ter atenção a novos casos que surjam, nomeadamente em unidades de saúde expostas ao vírus.

Atualmente há 112 pessoas internadas e 30 tiveram, entretanto, alta.

  • Mário Centeno lidera hoje a primeira reunião do Eurogrupo
    1:56
  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

  • Quem são os arguidos da operação Fizz
    2:29

    País

    É já considerado o julgamento do ano da justiça portuguesa e o caso que está a abalar as relações entre Portugal e Angola. O processo da operação Fizz tem quatro arguidos, mas um deles, já é certo, não irá sentar-se esta segunda-feira no banco dos réus.

  • Que shutdown é este que paralisou os EUA?
    2:27
  • Casal que mantinha filhos acorrentados queria participar num reality show
    3:15
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.