sicnot

Perfil

Mundo

Papa visita República Centro-Africana e Uganda de 27 a 29 de novembro

O papa Francisco vai visitar o Uganda e a República Centro-Africana de 27 a 29 de novembro, na sua primeira viagem a África, anunciou esta sexta-feira o Vaticano. 

Francisco, que publicou na quinta-feira uma encíclica sobre o ambiente, empreendeu no Vaticano uma difícil reforma da Cúria Romana (o governo da Igreja Católica), enquanto continua a preparar o sínodo (reunião de bispos) sobre a família. (Arquivo)

Francisco, que publicou na quinta-feira uma encíclica sobre o ambiente, empreendeu no Vaticano uma difícil reforma da Cúria Romana (o governo da Igreja Católica), enquanto continua a preparar o sínodo (reunião de bispos) sobre a família. (Arquivo)

© Giampiero Sposito / Reuters

A informação foi publicada no 'site' da prefeitura da casa pontifícia do Vaticano. 

O papa argentino tinha referido diversas vezes, nos últimos meses, um projeto de viagem a África em novembro. 

"Se Deus quiser, irei em novembro à República Centro-Africana e depois ao Uganda", disse há uma semana perante milhares de padres de todo o mundo, reunidos na basílica de São João de Latrão. 

Na República Centro-Africana, a viagem vai decorrer "antes da mudança de Presidente e no Uganda por ocasião do 50.º aniversário da canonização" de 22 jovens mártires por Paulo VI em 1984, na primeira visita de um papa a África, disse Francisco.

Este anúncio papal acontece depois das autoridades de transição centro-africanas terem publicado um novo calendário eleitoral, com as eleições presidenciais marcadas para 18 de outubro e uma eventual segunda volta a 22 de novembro. 

Na República Centro-Africana a violência inter-religiosa causou milhares de vítimas entre 2013 e o ano passado. O Uganda continua sob a ameaça das milícias islâmicas 'shebab', da vizinha Somália. 

Francisco, que publicou na quinta-feira uma encíclica sobre o ambiente, empreendeu no Vaticano uma difícil reforma da Cúria Romana (o governo da Igreja Católica), enquanto continua a preparar o sínodo (reunião de bispos) sobre a família. 

Após uma deslocação ao Sri Lanka e às Filipinas em janeiro, o papa visita em julho o Equador, a Bolívia e o Paraguai. Em setembro estará em Cuba e depois nos Estados Unidos e discursará na ONU. 
Lusa
  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.