sicnot

Perfil

Mundo

Syriza quer encontrar "dentro da Europa" uma "solução estável"

O dirigente do comité central do Syriza Konstantinos Zachariadis afirmou hoje que o Governo grego quer encontrar "dentro da Europa" uma "solução estável" para a Grécia e que está disposto a fazer "importantes reformas".

© Kostas Tsironis / Reuters

Zachariadis participou hoje numa mesa redonda sobre o tema "A mudança política no sul da Europa: Grécia e Astúrias", em Oviedo, Espanha, e em que estiveram também presentes o porta-voz do Podemos no parlamento regional das Astúrias, Emilio León, e a eurodeputada daquela formação política Tania González.

Em declarações à imprensa, antes do início do evento, o dirigente do comité central do Syriza referiu que o seu desejo é "encontrar uma solução dentro da Europa e dentro da zona euro", lembrando que "a palavra-chave é sustentabilidade" para que o país se possa erguer "por si próprio".

Além disso, afirmou que é da "responsabilidade dos poderes económicos e políticos não fomentarem o medo entre os cidadãos" com a ideia de que possam ocorrer situações como a que aconteceu em plena crise económica na Argentina no final de 2001 e que ficou conhecida como 'corralito' bancário.

Na Argentina, em dezembro de 2011, perante a crescente corrida aos bancos argentinos e para evitar a falta de liquidez e o colapso do sistema financeiro, as autoridades decidiram congelar os levantamentos de dinheiro e de depósitos e estabeleceram limites semanais para a retirada de fundos, o que levou à revolta da população.

Antes do início do debate em Ovidedo, Zachariadis disse também à imprensa que o Governo grego está disposto a fazer "importantes reformas" no âmbito fiscal, "para que os mais ricos paguem mais" ou para que a administração pública "seja muito mais eficiente".

Questionado sobre as relações com a Rússia, Zachariadis realçou que são apenas "comerciais" e que a Grécia é um país "profundamente europeu".

O dirigente do Syriza defendeu, ainda, que os cidadãos dos diversos países europeus "têm a possibilidade de mudar o destino político dos seus países" e recordou que a Espanha teve este ano eleições, as quais levaram a que as coisas "pudessem mudar".







Lusa
  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.