sicnot

Perfil

Mundo

EUA avisam que a saída da Grécia do euro vai prejudicar o povo grego

O secretário norte-americano do Tesouro, Jacob Lew, afirmou hoje que a saída da Grécia da zona euro teria um grande impacto na "economia moribunda" do país e na população grega.

© Paul Hanna / Reuters

Numa entrevista à televisão norte-americana CNN, Jaboc Lew disse que não queria fazer prognósticos sobre o que poderia acontecer com uma saída da Grécia da zona euro, apelando a flexibilidade nas negociações entre o país e os credores sobre a assistência financeira.

"É óbvio que sem a Grécia [na zona euro] a consequência de um falhanço significaria uma terrível, terrível queda da economia. Iria prejudicar o povo grego, que será o primeiro a suportar os custos", afirmou.

A propósito da cimeira de chefes de Estado e de Governo da zona euro, que decorre na segunda-feira, Jacob Lew falou em "flexibilidade" nas negociações, com a Grécia a ter que tomar uma posição com vista a um entendimento.













Lusa
  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.