sicnot

Perfil

Mundo

Aguarelas de Hitler vendidas por cerca de 400 mil euros

Aguarelas e desenhos pintados por Adolf Hitler há cerca de cem anos foram vendidos este fim-de-semana em leilão por cerca de 400 mil euros.

© Kai Pfaffenbach / Reuters

A obra mais cara foi vendida a um comprador chinês por cem mil euros, anunciou a casa de leilões Weidler, situada em Nuremberga, de acordo com a agência de notícias alemã DPA.

A aguarela representa o castelo de Neuschawanstein, na Baviera, mandado construir pelo rei Luís II, e que a silhueta adotada como logo pelos estúdios Disney celebrizou em todo o mundo.

Todas as outras obras vendidas, realizadas em 1904 e 1922 e maioritariamente da autoria de Hitler, encontraram comprador.

A casa de leilões preservou a identidade dos compradores, que quiseram manter-se anónimos, mas adiantou que são provenientes do Brasil, dos Emirados Árabes Unidos, de França e da Alemanha.

Quando era jovem, Adolf Hitler tentou inscrever-se na Academia de Artes de Viena, mas a sua candidatura foi rejeitada devido à falta de talento. No entanto, o mais tarde ditador continuou a pintar, copiando cenas de postais que vendia a turistas.

Os especialistas consideram as obras de Hitler medíocres e geralmente as grandes leiloeiras recusam-se a vendê-las.

Na Alemanha, a venda de obras do chefe nazi é autorizada, desde que não inclua símbolos proibidos.







Lusa
  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".