sicnot

Perfil

Mundo

Milhares de pessoas em cordão humano pela independência do País Basco

Milhares de pessoas formaram hoje um cordão humano em várias cidades no País Basco para exigir um referendo regional à independência da região do norte de Espanha, noticiou a agência francesa AFP.

Lusa

Os manifestantes seguravam longas faixas multicolor enquanto marchavam pela capital não oficial do País Basco, Vitoria, o principal núcleo comercial, Bilbau, e a cidade costeira e destino de férias, San Sebastian. Também em Pamplona, na região vizinha de Navarra, onde existe uma grande comunidade basca, as pessoas saíram à rua.

Muitos manifestantes protestaram envoltos na bandeira do País Basco (vermelha, branca e verde).

Organizado pela plataforma pró-independência Gure Esku Dago (Está nas Nossas Mãos), o protesto foi apoiado por partidos separatistas e por dezenas de personalidades do desporto e das artes.

O mesmo grupo já havia organizado em junho de 2014 um cordão humano de 123 quilómetros, que se estendeu por todo o País Basco, ligando Durango a Pamplona.

"Mais e mais pessoas acreditam que o direito de decidir diz respeito a todos nós, e que temos o direito de decidir sobre o nosso futuro", disse hoje em San Sebastian Pello Urizar, o líder da coligação separatista de esquerda Bildu.

Em Bilbau a manifestação estendeu-se ao longo do rio Nervion, passando pelo icónico museu Guggenheim, enquanto em Pamplona o cordão humano ligou as cinco principais praças da cidade.

O País Basco, que tem uma língua e cultura próprias, tem lutado por maior independência face a Espanha.

Um movimento independentista basco pacífico tem ganho visibilidade nos últimos meses, inspirado pelas grandes manifestações pró-independência na Catalunha, que em novembro de 2014 realizou um referendo simbólico, apesar da oposição do Governo central espanhol.







Lusa
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.