sicnot

Perfil

Mundo

Milhares de pessoas em cordão humano pela independência do País Basco

Milhares de pessoas formaram hoje um cordão humano em várias cidades no País Basco para exigir um referendo regional à independência da região do norte de Espanha, noticiou a agência francesa AFP.

Lusa

Os manifestantes seguravam longas faixas multicolor enquanto marchavam pela capital não oficial do País Basco, Vitoria, o principal núcleo comercial, Bilbau, e a cidade costeira e destino de férias, San Sebastian. Também em Pamplona, na região vizinha de Navarra, onde existe uma grande comunidade basca, as pessoas saíram à rua.

Muitos manifestantes protestaram envoltos na bandeira do País Basco (vermelha, branca e verde).

Organizado pela plataforma pró-independência Gure Esku Dago (Está nas Nossas Mãos), o protesto foi apoiado por partidos separatistas e por dezenas de personalidades do desporto e das artes.

O mesmo grupo já havia organizado em junho de 2014 um cordão humano de 123 quilómetros, que se estendeu por todo o País Basco, ligando Durango a Pamplona.

"Mais e mais pessoas acreditam que o direito de decidir diz respeito a todos nós, e que temos o direito de decidir sobre o nosso futuro", disse hoje em San Sebastian Pello Urizar, o líder da coligação separatista de esquerda Bildu.

Em Bilbau a manifestação estendeu-se ao longo do rio Nervion, passando pelo icónico museu Guggenheim, enquanto em Pamplona o cordão humano ligou as cinco principais praças da cidade.

O País Basco, que tem uma língua e cultura próprias, tem lutado por maior independência face a Espanha.

Um movimento independentista basco pacífico tem ganho visibilidade nos últimos meses, inspirado pelas grandes manifestações pró-independência na Catalunha, que em novembro de 2014 realizou um referendo simbólico, apesar da oposição do Governo central espanhol.







Lusa
  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus pais e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Carro "desgovernado" entra em loja e atropela cliente

    Mundo

    O cliente de um mini-mercado no condado de Bronx, em Nova Iorque, sobreviveu de forma incrível ao impacto de um automóvel que entrou loja adentro. Apesar da violência das imagens, o homem sobreviveu e conseguiu mesmo sair da loja pelo próprio pé até ser transportado para o hospital.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.

  • Pulseira deixa sentir os movimentos do bebé ainda na barriga da mãe

    Mundo

    A pulseira Fibo permite que os futuros pais (ou mães) consigam sentir os seus filhos a dar pontapés ainda na barriga da mãe. Desenvolvida por um designer de joias da Dinamarca, a pulseira vai transmitir os movimentos do bebé no útero, de modo a que os pais possam partilhar essa experiência da gravidez.