sicnot

Perfil

Mundo

Milhares de pessoas em cordão humano pela independência do País Basco

Milhares de pessoas formaram hoje um cordão humano em várias cidades no País Basco para exigir um referendo regional à independência da região do norte de Espanha, noticiou a agência francesa AFP.

Lusa

Os manifestantes seguravam longas faixas multicolor enquanto marchavam pela capital não oficial do País Basco, Vitoria, o principal núcleo comercial, Bilbau, e a cidade costeira e destino de férias, San Sebastian. Também em Pamplona, na região vizinha de Navarra, onde existe uma grande comunidade basca, as pessoas saíram à rua.

Muitos manifestantes protestaram envoltos na bandeira do País Basco (vermelha, branca e verde).

Organizado pela plataforma pró-independência Gure Esku Dago (Está nas Nossas Mãos), o protesto foi apoiado por partidos separatistas e por dezenas de personalidades do desporto e das artes.

O mesmo grupo já havia organizado em junho de 2014 um cordão humano de 123 quilómetros, que se estendeu por todo o País Basco, ligando Durango a Pamplona.

"Mais e mais pessoas acreditam que o direito de decidir diz respeito a todos nós, e que temos o direito de decidir sobre o nosso futuro", disse hoje em San Sebastian Pello Urizar, o líder da coligação separatista de esquerda Bildu.

Em Bilbau a manifestação estendeu-se ao longo do rio Nervion, passando pelo icónico museu Guggenheim, enquanto em Pamplona o cordão humano ligou as cinco principais praças da cidade.

O País Basco, que tem uma língua e cultura próprias, tem lutado por maior independência face a Espanha.

Um movimento independentista basco pacífico tem ganho visibilidade nos últimos meses, inspirado pelas grandes manifestações pró-independência na Catalunha, que em novembro de 2014 realizou um referendo simbólico, apesar da oposição do Governo central espanhol.







Lusa
  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.