sicnot

Perfil

Mundo

Papa Francisco apela ao ocidente para não tratar migrantes como mercadorias

O papa Francisco apelou hoje ao ocidente para não tratar os migrantes como "mercadorias" e denunciou as organizações mafiosas assim como a corrupção quase "normais" em Itália, durante a sua primeira visita a Turim, adiantou a agência AFP.

© Giorgio Perottino / Reuters

"O espetáculo dos últimos dias desses seres humanos tratados como mercadorias faz chorar", declarou o papa, que se dirigia a representantes laborais, na Piazzetta Reale, em Turim.

Num momento em que a União Europeia se divide sobre o acolhimento aos migrantes, o papa Francisco condenou mais uma vez as manifestações de rejeição destas pessoas, particularmente percetíveis no norte industrializado de Itália.

"Se a imigração aumenta a concorrência, os migrantes não podem ser tidos como responsáveis, uma vez que são vítimas de injustiça, de uma economia de rejeição e de guerras", disse o papa.

O sumo pontífice está em Turim para assinalar a ostensão (exposição pública) do Santo-Sudário na catedral de São João Baptista, que termina a 24 de junho.










Lusa
  • Mais de 1600 fiscalizações a IPSS em dois anos
    1:05

    Expresso da Meia Noite

    Nos últimos dois anos, o Estado fez mais de 1600 ações de fiscalização a Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), das quais resultaram mais de 70 destituições e 80 participações ao Ministério Público. Os números foram avançados pela secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim, no programa Expresso da Meia-noite, na SIC Notícias.