sicnot

Perfil

Mundo

Atentado suicida provoca pelo menos 20 mortos no nordeste da Nigéria

Pelo menos 20 pessoas foram esta segunda-feira mortas num atentado suicida registado numa estação rodoviária de Maiduguri, bastião do grupo radical islâmico Boko Haram no nordeste da Nigéria, referiram testemunhas à agência noticiosa AFP.  

O balanço foi confirmado por um dos habitantes do bairro, e ainda por um sobrevivente. (Arquivo)

O balanço foi confirmado por um dos habitantes do bairro, e ainda por um sobrevivente. (Arquivo)

© Afolabi Sotunde / Reuters

"Encontrámos 20 corpos e 50 pessoas ficaram feridas" no atentado que atingiu a estação rodoviária situada junto ao mercado de peixe de Maiduguri, declarou Danlami Ajaokuta, um miliciano que combate os islamitas do Boko Haram ao lado do exército nigeriano.  

O balanço foi confirmado por um dos habitantes do bairro, e ainda por um sobrevivente. 

O atentado foi cometido por "uma mulher" que transportava "uma panela no qual estavam escondidos os explosivos" e quando as pessoas presentes se aprovisionavam de arroz, acrescentou Danlami Ajaokuta. 
Lusa
  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.