sicnot

Perfil

Mundo

Milhares juntam-se em ponte numa "corrente" pelas vítimas de Charleston

Milhares de pessoas juntaram-se numa das mais longas pontes do continente americano, no domingo, e deram as mãos, num gesto de solidariedade para com as vítimas do massacre na igreja de Charleston, nos Estados Unidos.

© Carlo Allegri / Reuters

O grupo formou uma fila entre Charleston e Mount Pleasant, sobre o rio Cooper, para formar o que os organizadores chamaram de Ponte para a Corrente de União de Paz, com quase quatro quilómetros.

"Não são apenas as vidas dos negros que são importantes, todas as vidas contam. Estamos unidos como espécie humana", disse o líder do movimento "As vidas negras são importantes", Jay Johnson.

Na ponte Arthur Ravenel, de mãos dadas, os participantes fizeram nove minutos de silêncio, um por cada vítima do massacre da passada quarta-feira na igreja metodista episcopal.

Dylann Roof, de 21 anos, foi formalmente acusado do homicídio das nove pessoas, tendo alegadamente afirmado que o objetivo do ataque era iniciar uma "guerra racial"
  • Casal detido por torturar os 13 filhos em casa nos EUA

    Mundo

    Treze irmãos e irmãs foram encontrados presos em casa, alguns acorrentados, esfomeados e sujos, numa pequena localidade no estado norte-americano da Califórnia, e os pais foram detidos por tortura, anunciou a polícia norte-americana.

  • "O grupo parlamentar do PSD vai ser um instrumento de força para ajudar Rui Rio"
    16:00
  • Homem rompe a garganta ao tentar impedir espirro

    Mundo

    Impedir um espirro apertando o nariz pode causar sérias lesões. Foi o que aconteceu a um homem na Grã-Bretanha que teve de ser hospitalizado porque sofreu uma rutura na garganta ao apertar boca e nariz ao espirrar.