sicnot

Perfil

Mundo

Milhares juntam-se em ponte numa "corrente" pelas vítimas de Charleston

Milhares de pessoas juntaram-se numa das mais longas pontes do continente americano, no domingo, e deram as mãos, num gesto de solidariedade para com as vítimas do massacre na igreja de Charleston, nos Estados Unidos.

© Carlo Allegri / Reuters

O grupo formou uma fila entre Charleston e Mount Pleasant, sobre o rio Cooper, para formar o que os organizadores chamaram de Ponte para a Corrente de União de Paz, com quase quatro quilómetros.

"Não são apenas as vidas dos negros que são importantes, todas as vidas contam. Estamos unidos como espécie humana", disse o líder do movimento "As vidas negras são importantes", Jay Johnson.

Na ponte Arthur Ravenel, de mãos dadas, os participantes fizeram nove minutos de silêncio, um por cada vítima do massacre da passada quarta-feira na igreja metodista episcopal.

Dylann Roof, de 21 anos, foi formalmente acusado do homicídio das nove pessoas, tendo alegadamente afirmado que o objetivo do ataque era iniciar uma "guerra racial"
  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.