sicnot

Perfil

Mundo

Sete talibãs mortos na operação que pôs fim ao ataque contra parlamento afegão

O ataque dos talibãs contra o parlamento afegão terminou hoje com a morte de sete rebeldes, numa ação que causou pelo menos 18 mortos civis, mas nenhum deputado, disse fonte governamental.

reuters

O porta-voz da polícia de Cabul, Ebadullah Karimi, disse que seis atacantes morreram poucos minutos depois de iniciada a operação e que a área estava sob controlo das forças de segurança afegãs. 

De acordo com uma mensagem na rede social "Twitter" do porta-voz do ministério do Interior afegão, Sediq Sediqqi, morreram sete talibãs na operação das forças de segurança e não se registaram vítimas entre os deputados. 

Karimi disse ainda que não houve vítimas entre os militares e polícias afegãos. 

Várias detonações ocorridas durante o ataque deveram-se à explosão de um depósito de munições das forças de segurança afegãs, que se encontra no edifício do parlamento. 

O porta-voz do ministério da Saúde Pública, Ismail Kawusi, disse que 18 civis ficaram feridos no ataque, tendo sido levados para o hospital Istiqlal, próximo do parlamento. 

A câmara baixa do parlamento afegão devia debater, na sessão de hoje, a nomeação de Masum Stanekzai para novo ministro da Defesa, que deve ser ratificada pelos deputados. 

Na primavera, os talibãs lançam habitualmente uma grande ofensiva, visando diversos alvos. Em maio, registaram-se vários ataques contra pensões em Cabul, nos quais morreram duas dezenas de pessoas, incluindo vários estrangeiros. 

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.