sicnot

Perfil

Mundo

China convida tropas estrangeiras para parada do 70º aniversário do fim da II Guerra Mundial

A China convidou militares estrangeiros para participarem na parada comemorativa do 70º aniversário do final da II Guerra Mundial, numa iniciativa inédita no país, marcada para 3 de setembro em Pequim, anunciou hoje um responsável da organização.

© Jason Lee / Reuters

É também a primeira vez que a efeméride vai ser assinalada com uma parada militar e este ano, igualmente pela primeira vez, o dia 3 de setembro será feriado nacional na China.

"Esperamos que através desta parada deste ano, história e futuro fiquem ligados", disse Qu Rui, vice-chefe de operações do estado-maior do Exercito Popular de Libertação (o nome oficial das Forças Armadas chinesas), numa conferência de imprensa em Pequim.

O responsável não identificou os países convidados.

"Enviámos os convites e as tropas estrangeiras que desejem participar na parada são bem-vindas. O convite mostra o desejo da China e de todos os povos de manter a paz mundial", afirmou Qi Rui.

Na mesma conferência de imprensa, Wang Shiming, vice-diretor do Departamento de Propaganda do Comité Central do Partido Comunista Chinês (PCC), saudou o "o precioso apoio" que outros países deram à China durante os oito anos da "guerra contra a agressão japonesa" (1937-45).

Além da antiga União Soviética, que descreveu como "o primeiro país a ajudar a China", Wang Shiming mencionou os Estados Unidos, Reino Unido e França, e ainda "pessoas de dezenas de outros países".

"O povo chinês nunca esquecerá o precioso contributo de pessoas de muitos países", disse.

Wang Shiming considerou, contudo, que "falta a alguns ocidentais uma objetiva e justa avaliação do papel da China na guerra mundial contra o fascismo".

Segundo estimativas chinesas, o número de baixas, civis e militares, sofridas pela China durante a guerra excede os 35 milhões. 

O 3 de setembro foi instituído o ano passado como Dia Nacional da Vitória da China na Guerra de Resistência contra a Agressão Japonesa. 

A data evoca a rendição do Japão, assinada a 2 de setembro de 1945 a bordo de um navio da marinha norte-americana pelo então ministro japonês dos Negócios Estrangeiros



Lusa
  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • Portugal subiu cinco lugares no Ranking da Liberdade de Imprensa
    1:42

    País

    Portugal está agora na 18 ª posição em 180 países no relatório deste ano dos Repórteres Sem Fronteiras. Esta associação revela que a imprensa portuguesa foi condenada 21 vezes por violação de liberdade de expressão e por difamação pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC