sicnot

Perfil

Mundo

Hollande convoca reunião responsáveis Defesa por causa escutas dos EUA

O Presidente francês, François Hollande, marcou para a manhã de quarta-feira uma reunião de responsáveis da Defesa, depois da divulgação de documentos da Wikileaks que dão conta da espionagem dos EUA a chefes de Estado franceses. 

Michel Euler

A informação foi transmitida por um dos seus assessores à agência noticiosa AFP. 

"O Presidente decidiu convocar um Conselho da Defesa, na quarta-feira de manhã, às 09:00, para avaliar a natureza da informação divulgada pela imprensa na noite de terça-feira e tomar as medidas adequadas", acrescentou aquela fonte. 

Os EUA espiaram, pelo menos entre 2006 e 2012, os três últimos Presidentes franceses, Jacques Chirac, Nicolas Sarkozy e François Hollande, segundo documentos da Wikileaks revelados hoje à noite pelo diário Libération e o sítio na Internet Mediapart.

Os documentos, classificados 'top secret', consistem em cinco relatórios da agência de informações norte-americana NSA, baseados em "interceções de comunicação", que eram destinados à "comunidade das informações" dos EUA e a dirigentes da NSA, segundo o Libération. 

Os relatórios são provenientes de um serviço identificado como 'Summary Services', isto é, 'o serviço das sínteses'. 

Sem revelações particularmente embaraçantes, esclarecem porém o modo de funcionamento e tomada de decisão de Hollande e dos seus antecessores. 

O documento mais recente é de 22 de maio de 2012, apenas alguns dias depois de Hollande tomar posse, e dá conta de reuniões secretas destinadas a discutir a eventual saída da Grécia da Zona Euro. 

Sobre Nicolas Sarkozy, alguns documentos revelam que este se via em 2008 como "o único homem capaz" de resolver a crise financeira. O antigo chefe da diplomacia de Jacques Chirac, Philippe Douste-Blazy, era descrito como tendo "propensão (...) para fazer declarações inexatas e inoportunas". 

A Alemanha foi abalada no verão de 2013 por revelações do antigo consultor da NSA, sigla em inglês de Agência de Segurança Nacional, Edward Snowden, que expôs um vasto sistema de vigilância de conversas telefónicas e comunicações via Internet dos alemães, incluindo um telemóvel da chanceler Angela Merkel, durante vários anos.

Lusa
  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.