sicnot

Perfil

Mundo

Líder da oposição na Venezuela suspende greve de fome

O líder da oposição na Venezuela Leopoldo López, anunciou hoje a suspensão da greve de fome que iniciou há 30 dias na prisão, como protesto para exigir a liberdade dos presos políticos e a convocação de eleições legislativas. 

© Jorge Lopez / Reuters

A suspensão da greve surge um dia depois de o Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela marcar para 6 de dezembro a realização das eleições. 

"Este protesto não é para morrer mas para que todos os venezuelanos possam viver dignamente", escreveu Leopoldo López numa carta que foi lida aos jornalistas, em Caracas, pela sua mulher, Lilian Tintori, e na qual pede a outras 103 pessoas que terminem a greve de fome. 

"Peço a todos que terminemos a greve de fome", escreveu, vincando que devem "aceitar com humildade" o pouco que foi conseguido.  

"As forças democráticas estão mais preparadas que nunca para esta batalha (...). Recuperar-me-ei e continuarei a lutar por uma Venezuela melhor. Juro-lhes que jamais me vou render, quem se rende perde", afirmou López. 

O recurso à greve de fome como forma de protesto foi iniciado por Leopoldo López, líder do partido Vontade Popular, e pelo presidente da Câmara Municipal de San Cristóbal, Daniel Ceballos, que se encontram presos, a quem se juntaram depois outros opositores e um grupo de membros do movimento Juventude Ativa Venezuela Unida. 

Entretanto, um grupo de estudantes anunciou que manterá a greve de fome até conseguir a liberdade para vários políticos que estão presos. 

Leopoldo López, de 42 anos, encontra-se preso e é acusado pelas autoridades venezuelanas de "incitamento à desordem pública, associação criminosa, atentados à propriedade e incêndio", na sequência das manifestações de contestação à política da presidência de Nicolás Maduro, que terminaram em violência.

Lusa
  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois de terem desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17