sicnot

Perfil

Mundo

Raides aéreos contra seis regiões do Iémen

A coligação internacional liderada pela Arábia Saudita lançou esta noite um dos maiores ataques aéreos desde o início do Ramadão contra posições dos rebeldes no Iémen, noticia a AFP, citando residentes das zonas atingidas. 

© Khaled Abdullah Ali Al Mahdi

Seis regiões, onde os rebeldes xiitas '' huthis'' e respetivos aliados estão implantados, foram visadas pelos raides aéreos, os primeiros de maior intensidade desde o início, há uma semana, do jejum muçulmano do Ramadão, segundo vários residentes. 

As regiões visadas foram Saada (norte), Hijja (na fronteira com a Arábia Saudita), Hodeida (oeste), al-Baïda (centre), Lahj e Aden, no sul do país.

Em Chaqra, localidade da região de Al-Baïda, um atentado com uma viatura armadilhada fez vários mortos entre os rebeldes, afirmaram testemunhas.

O número de mortos não foi confirmado por fontes independentes. 

Em Aden, segunda maior cidade do Iémen, os combates prosseguem entre os 'huthis' e os apoiantes do presidente no exílio, Abdrabuh Mansur Hadi.

Quatro civis, incluindo duas mulheres, foram mortos e vários ficaram feridos nestes confrontos, segundo um responsável local. 

Estas vítimas juntam-se aos cerca de 40 mortos, incluindo vários civis, que morreram em combate no sul do país nos primeiros dois dias da semana. 

As consultas de paz sobre o conflito no Iémen que decorreram em Genebra, terminaram na semana passada sem que fosse alcançado o fim das hostilidades.

Os combates no Iémen, onde uma coligação liderada pela Arábia Saudita realiza desde 26 de março ataques contra posições rebeldes, causaram já 2.600 mortos, desde o fim de março, de acordo com dados da ONU.

Os ataques aéreos não travaram a progressão dos rebeldes que, além de Sanaa, controlam uma grande parte de Aden, segunda cidade do país, e grandes zonas de outras províncias.

A situação humanitária é catastrófica neste país da península arábica.


Lusa


  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.