sicnot

Perfil

Mundo

Ameaça de explosivos a bordo obriga Ryanair a adiar voo

Um avião da Ryanair, proveniente de Varsóvia, na Polónia, com destino a Oslo, na Noruega, foi, adiado devido a uma ameaça de explosivos a bordo.

© Fabrizio Bensch / Reuters

As autoridades suspeitavam que havia explosivos a bordo. Tanto a polícia como a Ryanair, dona do avião, garantem que não passou de um falso alarme.

De acordo com a Agência Reuters, a Ryanair confirmou que foi feita uma chamada anónima, denunciado a presença de explosivos a bordo de um dos seus aviões, na Polónia, mas garante que tudo não passou de um falso alarme.

Entretanto as autoridades polacas já detiveram o suspeito, um homem de 48 anos.

No local, estiveram mais de uma dezena de bombeiros. O aparelho foi inspecionado por uma equipa peritos que não encontrou nenhum explosivo a bordo.

A Ryanair garante que o avião estava vazio, ao contrário do que chegou a ser avançado pela agência de notícias AP que dava conta de que o aparelho tinha sido sujeito a uma aterragem de emergência.  

Todas as aterragens e descolagens no aeroporto foram temporariamente suspensas.

O aeroporto de Varsóvia já terá regressado à normalidade. 
  • Marinha e Exército dão luz verde ao Aeroporto do Montijo

    País

    De acordo com a edição deste domingo do Diário de Notícias, o Exército e a Marinha já comunicaram à Força Aérea disponibilidade para desocupar parcialmente a base aérea e o Montijo se transformar num num aeroporto complementar ao de Lisboa.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.