sicnot

Perfil

Mundo

Calor já provocou a morte a 830 pessoas no Paquistão

A vaga de calor no Paquistão já matou  mais de 800 pessoas. As temperaturas, que atingiram os 49º registaram uma descida. Caíram para os 34º.

© Akhtar Soomro / Reuters

A chegada das primeiras chuvas e dos ventos vindos do mar arábico vieram aliviar os termómetros, esta quarta-feira.

Registou-se menos afluência aos hospitais mas o número de vítimas ainda pode aumentar nos próximos dias devido ao elevado número de pessoas que estão em estado crítico de desidratação.

As autoridades locais em conjunto com as equipas de voluntários têm vindo a distribuir água pelos habitantes que se revela insuficiente.

Recorde-se que as temperaturas chegaram a atingir os 49 graus em Carachi, a cidade mais populosa do Paquistão.
  • Documentos envolvem presidente de IPSS em práticas ilegais
    5:45
  • Novo horário aos sábados na Autoeuropa avança em fevereiro
    1:32

    Economia

    As negociações na Autoeuropa sobre o novo horário aos sábados estão terminadas. Ao que a SIC apurou, não há mais questões a debater, porque a fábrica perguntou diretamente aos trabalhadores que modelo de turnos preferiam. O horário avança no primeiro fim de semana de fevereiro.

  • A casa dos horrores
    7:57