sicnot

Perfil

Mundo

Calor já provocou a morte a 830 pessoas no Paquistão

A vaga de calor no Paquistão já matou  mais de 800 pessoas. As temperaturas, que atingiram os 49º registaram uma descida. Caíram para os 34º.

© Akhtar Soomro / Reuters

A chegada das primeiras chuvas e dos ventos vindos do mar arábico vieram aliviar os termómetros, esta quarta-feira.

Registou-se menos afluência aos hospitais mas o número de vítimas ainda pode aumentar nos próximos dias devido ao elevado número de pessoas que estão em estado crítico de desidratação.

As autoridades locais em conjunto com as equipas de voluntários têm vindo a distribuir água pelos habitantes que se revela insuficiente.

Recorde-se que as temperaturas chegaram a atingir os 49 graus em Carachi, a cidade mais populosa do Paquistão.
  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é de Lisboa e há uma outra portuguesa, a sua neta, desaparecida. Esta madrugada em Cambrils, cinco suspeitos foram abatidos e outra pessoa acabou por morrer, num segundo ataque. Há quatro detenções confirmadas. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Autoridades acreditam que suspeito do ataque nas Ramblas pertence a célula terrorista
    1:36
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Vento e calor provocam reacendimentos em Mação
    1:55