sicnot

Perfil

Mundo

Washington acusa Caracas de corrupção e de violações dos direitos humanos

Washington divulgou hoje um relatório sobre os direitos humanos, no qual destaca que Caracas é um exemplo emblemático da relação entre "corrupção", "violações dos direitos humanos" e "governos repressivos". 

© Jorge Lopez / Reuters

Segundo a imprensa venezuelana, o relatório sublinha que essa relação é vista pelo Departamento de Estado norte-americano como "uma das principais tendências globais" registadas "durante o último ano".

"Forças de segurança e grupos pró-governamentais violaram direitos humanos de manifestantes em várias cidades do país, entre fevereiro e maio de 2014", afirma o diário venezuelano El Universal, citando o documento.

Segundo o jornal, "o relatório regista denúncias sobre o uso da força para dissolver protestos, detenções arbitrárias e tortura" e acrescenta que o Governo venezuelano "usou o poder para levar líderes da oposição a julgamento".

Por outro lado a Unión Rádio explica que em 2014 o Governo do Presidente Nicolás Maduro "deteve e prendeu várias figuras da oposição, bloqueou meios de comunicação e intimidou jornalistas, mediante o uso de ameaças, multas, toma de propriedades, regulações (leis) feitas à medida e investigações criminosas".

Entre os opositores detidos o Departamento de Estado dos EUA faz referência aos políticos Leopoldo López, Enzo Scarano e Daniel Ceballos, afirmando que "os seus julgamentos têm sido regularmente atrasados".






Lusa
  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.