sicnot

Perfil

Mundo

Dezenas de mortos em ataque a base da Missão da União Africana na Somália

Dezenas de soldados foram mortos hoje na sequência de um ataque bombista feito por rebeldes islamitas 'shebab' às instalações militares da União Africana (UA), noticiou a agência de notícias AFP. 

"Este ataque foi o mais duro de sempre que aconteceu na região, os rebeldes 'shebab' tomaram completamente o controlo da base e mataram muitos soldados", disse Alinur Mohamed, residente na região de Lego, a 100 quilómetros de Mogadíscio, capital da Somália.

 Na base, da Missão da União Africana (AMISON), estavam cerca de 100 soldados burundianos, e acredita-se que o número de mortos ronde os 50, cujos corpos, segundo os testemunhos, ficaram estropiados e espalhados pela área.

A confirmar-se este número de mortos, o ataque de hoje representa o mais mortífero desde que, há oito anos, a AMISON chegou à Somália.

Maman Sidikou, representante especial da presidente da UA para a Somália, disse desconhecer o número efetivo de mortos e condenou o ataque, lamentando as perdas ocorridas e manifestou a sua solidariedade e a do Governo do Burundi às famílias. 

Lusa
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas infetadas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32