sicnot

Perfil

Mundo

Dezenas de mortos em ataque a base da Missão da União Africana na Somália

Dezenas de soldados foram mortos hoje na sequência de um ataque bombista feito por rebeldes islamitas 'shebab' às instalações militares da União Africana (UA), noticiou a agência de notícias AFP. 

"Este ataque foi o mais duro de sempre que aconteceu na região, os rebeldes 'shebab' tomaram completamente o controlo da base e mataram muitos soldados", disse Alinur Mohamed, residente na região de Lego, a 100 quilómetros de Mogadíscio, capital da Somália.

 Na base, da Missão da União Africana (AMISON), estavam cerca de 100 soldados burundianos, e acredita-se que o número de mortos ronde os 50, cujos corpos, segundo os testemunhos, ficaram estropiados e espalhados pela área.

A confirmar-se este número de mortos, o ataque de hoje representa o mais mortífero desde que, há oito anos, a AMISON chegou à Somália.

Maman Sidikou, representante especial da presidente da UA para a Somália, disse desconhecer o número efetivo de mortos e condenou o ataque, lamentando as perdas ocorridas e manifestou a sua solidariedade e a do Governo do Burundi às famílias. 

Lusa
  • Seca agrava prejuízos agrícolas no Alentejo
    2:11
  • Al Gore e Garry Kasparov vão estar na Web Summit

    Web Summit

    Al Gore, antigo vice-Presidente dos Estados Unidos da América, Garry Kasparov, lendário jogador de xadrez, e Steve Huffman, o dirigente e cofundador da rede social Reddit são os novos nomes anunciados para a 2.ª Web Summit em Lisboa.

  • Estudantes universitários poderiam estar a pagar propinas mais baixas
    2:02

    País

    Os alunos universtários poderiam estar a pagar propinas mais baixas do que pagam atualmente. A situação foi denunciada pela Federação Académica do Porto, que diz que os estudantes estão a pagar cerca de 100 euros a mais do que deviam. O INE admite, num documento enviado ao Governo, que pode existir um método melhor para o cálculo destes valores.