sicnot

Perfil

Mundo

Governo diz que não há informação de portugueses entre as vítimas de ataque na Tunísia

O secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, disse hoje à Lusa que não há, até ao momento, informações de portugueses entre as vítimas do ataque contra um hotel na Tunísia.

Um ferido no ataque em Sousse, Tunísia.

Um ferido no ataque em Sousse, Tunísia.

Med amine ben aziza/EPA

"Estamos em contacto com a Tunísia mas, até ao momento, não há qualquer informação (de portugueses entre as vítimas deste ataque)", disse o secretário de Estado.

Pelo menos 27 pessoas foram mortas num ataque contra um hotel da zona turística de Sousse, na costa oriental da Tunísia, informou o Ministério do Interior.

Segundo o porta-voz do ministério, Mohamed Ali Aroui, tratou-se de "um ataque terrorista" contra o hotel International Marhaba, em Sousse", disse o porta-voz à televisão nacional. 

Segundo uma rádio local, que cita fontes da segurança, homens armados entraram na praia e no 'lobby' do hotel abrindo fogo indiscriminadamente contra as pessoas que ali estavam.


Lusa
  • Médicos e ministro da Saúde voltam hoje às negociações

    País

    O Ministério da Saúde deverá apresentar uma proposta que poderá ser decisiva para a convocação ou não de uma nova greve. O Sindicato Independente dos Médicos e a Federação Nacional de Médicos tinham anunciado, no dia 11 de agosto, que vão realizar uma greve de dois dias na primeira semana de outubro, se a nova proposta negocial não levar em conta o que reivindicam.

  • PJ de Portimão deteve italiano foragido
    0:55

    País

    A Polícia Judiciária de Portimão deteve em Lagos um homem italiano que aguardava extradição. O antigo piloto de automóveis esteve foragido durante quase um ano, depois de ter cortado a pulseira eletrónica.