sicnot

Perfil

Mundo

Refugiados vão ser repartidos entre 28 países da UE

Os chefes de Estado e de Governo dos 28 da União Europeia acordaram em repartir entre si 40 mil refugiados da Síria e Eritreia nos próximos dois anos mas com base em quotas voluntárias. 

© Laszlo Balogh / Reuters

A discussão entre os líderes foi tensa e terminou já de madrugada. A questão das quotas foi o principal motivo da discórdia. 

A Comissão Europeia queria que o acolhimento fosse feito numa base vinculativa e não voluntária, o que acabou por não acontecer. 

A Grécia foi também um dos pontos da agenda. A chanceler alemã e o presidente francês consideram que a reunião de sábado entre os ministros da zona euro é decisiva. 

Durante Conselho Europeu, Alexis Tsipras terá invocado os números do desemprego para dizer que o jogo ainda não acabou. Atenas não pode aceitar o acordo que está em cima da mesa, garante uma fonte grega. 
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • "O fogo chegou de repente. Foi um demónio"
    2:15
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • O testemunho emocionado de quem perdeu quase tudo
    2:10
  • As comunicações entre operacionais no combate às chamas em Viseu
    2:27
  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.