sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Sul confirma 32ª vítima mortal do coronavírus

A Coreia do Sul confirmou hoje mais uma morte causada pela Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS), o novo coronavírus, a 32.ª vítima mortal registada desde que foi diagnosticado o primeiro caso no país, a 20 de maio. 

A mais recente vítima mortal é um homem de 55 anos, que não sofria de nenhum problema de saúde antes de ter contraído o novo coronavírus.

O número de casos diagnosticado em território sul-coreano mantém-se em 182, sem que tenham sido registados novos contágios, informou o Ministério de Saúde sul-coreano. 

Um indivíduo que tinha realizado uma viagem ao Médio Oriente foi o primeiro caso de coronavírus na Coreia do Sul, diagnosticado a 20 de maio. 

A Coreia do Sul é, depois da Arábia Saudita, o país com mais casos de MERS, num total de 1.200 registados em todo o mundo.


Lusa
  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".