sicnot

Perfil

Mundo

O drama dos refugiados sírios e africanos que chegam a Calais, França

O drama dos refugiados sírios e africanos que chegam a Calais, França

O drama dos refugiados sírios e africanos que chegam à fronteira de Calais parece não ter fim à vista. Muitos deles acabam a dormir nas ruas e praças da cidade francesa à espera de um milagre que lhes permita chegar a Inglaterra. A SIC testemunhou o momento em que a polícia de intervenção francesa expulsou um grupo de emigrantes sírios da praça principal.

  • Camionistas portugueses confessam terem medo de viajar para Calais
    3:03

    Mundo

    As tragédias no Mediterrâneo sucedem-se mas muitos emigrantes africanos conseguem mesmo atravessar a Europa e chegar a Calais, no norte de França. O seu destino é Inglaterra. Para lá chegar muitas vezes invadem camiões, como se viu esta semana durante uma greve dos trabalhadores portuários franceses. Muitos desses camiões são conduzidos por portugueses que têm cada vez mais medo de viajar para o Reino Unido.

  • Calma regressa ao porto de Calais
    2:43

    Mundo

    Esta semana viveu-se o caos na cidade francesa de Calais. A greve dos trabalhadores portuários pôs a nu o drama dos milhares de emigrantes que todos os dias tentam entrar em camiões com destino ao Reino Unido. A situação está agora mais calma mas a população vive com medo.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • Manifestações de apoio aos pais de Alfie impedidos de o levar para Itália
    3:03

    Mundo

    A justiça britânica rejeitou um novo recurso dos pais do bebé Alfie, que está em estado semivegetativo. O objetivo era levar o menino para Itália, para ser assistido numa unidade pediátrica no Vaticano. Os pais não querem que as máquinas sejam desligadas, mas os médicos defendem que os tratamentos são inúteis.