sicnot

Perfil

Mundo

Cinco suspeitos de ajudar terrorista apresentados perante a justiça no Kuwait

O Ministério do Interior do Koweit apresentou hoje perante a justiça cinco homens suspeitos de terem ajudado o terrorista saudita que perpetrou o atentado suicida contra uma mesquita xiita do país na sexta-feira, segundo fonte oficial. 

Os serviços de segurança do Kuwait realizaram um número indeterminado de detenções depois de um ataque suicida durante as orações semanais de sexta-feira na mesquita al-Imam al-Sadeqque, que fez 26 mortos e 227 feridos.

Os serviços de segurança do Kuwait realizaram um número indeterminado de detenções depois de um ataque suicida durante as orações semanais de sexta-feira na mesquita al-Imam al-Sadeqque, que fez 26 mortos e 227 feridos.

© Stringer . / Reuters

"Apresentámos perante o procurador-geral cinco suspeitos acusados de ter ajudado o 'kamikaze'", declarou à agência France Presse (AFP), sob anonimato, um responsável dos serviços de segurança. 

Os suspeitos são o condutor que transportou o terrorista até à mesquita, o proprietário do veículo e o seu irmão (ambos apátridas) e o proprietário da casa onde se escondeu o terrorista e o seu irmão, os dois cidadãos do Kuwait.

"Mais suspeitos serão posteriormente levados à justiça", acrescentou o responsável. 

Os serviços de segurança do Kuwait realizaram um número indeterminado de detenções depois de um ataque suicida durante as orações semanais de sexta-feira na mesquita al-Imam al-Sadeqque, que fez 26 mortos e 227 feridos. 

As autoridades do país "reexaminaram os planos e as medidas de segurança" depois do ataque, indicou o mesmo responsável, e a segurança foi reforçada em particular em redor de mesquitas.

O Ministério do Interior do Koweit identificou no domingo o bombista como sendo Fahd Souleiman Abdel Mohsen al-Qabaa, nascido na Arábia Saudita em 1992.

O terrorista entrou no país através do aeroporto do Kuwait na sexta-feira, no mesmo dia do ataque, depois de passar pelo Bahrein. 

Um vídeo divulgado hoje pelo grupo "Estado Islâmico" mostra o jovem antes do atentado, ameaçando outros ataques futuros do grupo contra a população xiita do Kuwait.

Citado pela AFP, o chefe da comissão parlamentar das finanças, Adnan Abdel Samad, informou que o parlamento aprovou o pedido do governo de um pacote orçamental de 400 milhões de dólares (358 milhões de euros) destinado a despesas ligadas à "situação que prevalece" após o atentado.
  • Atentado no Kuweit faz 25 mortos e mais de 200 feridos
    1:19

    Mundo

    Um ataque, provocado por um bombista suicida, atingiu, esta sexta-feira, uma mesquita xiita na capital do Kuwait. Pelo menos 25 pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas. O atentado foi reivindicado pelo auto-proclamado Estado Islâmico. As imagens podem ser consideradas violentas e impressionar as pessoas mais sensíveis.

  • Identificado bombista suicida no Kuwait e detido motorista

    Mundo

    As autoridades do Kuwait identificaram o bombista suicida que, na sexta-feira, matou 26 pessoas e feriu outras 227 numa mesquita na capital. De acordo com a investigação, o terrorista era um cidadão saudita que chegou ao país no próprio dia do ataque. A polícia deteve dois presumíveis cúmplices. 

  • Espanha e Portugal a um ponto dos oitavos

    Mundial 2018 / Irão

    A Espanha colocou-se esta quarta-feira a um ponto dos oitavos de final do Mundial 2018 e deixou Portugal em situação idêntica, ao vencer o Irão por 1-0, em jogo do grupo B, disputado em Kazan.

  • E vão quatro de Ronaldo
    1:58
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Lançamento de balões no São João do Porto em risco

    País

    Lançar balões nas festas do São João do Porto pode não ser possível este ano, tudo irá depender das condições atmosféricas. A Secretaria de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural admitiu, esta quarta-feira, que está a acompanhar a situação mas que ainda nada está decidido.