sicnot

Perfil

Mundo

Líder estudantil de Hong Kong Joshua Wong atacado na rua

O líder estudantil de Hong Kong Joshua Wong foi agredido esta madrugada, agarrado pelo pescoço e esmurrado no rosto, enquanto a sua namorada sofreu ferimentos leves ao tentar ajudá-lo, noticia o jornal South China Morning Post.

© Tyrone Siu / Reuters

O rosto de movimento Scholarism contou que foi atacado, quando estava com a sua namorada, numa passagem aérea em Tai Kok Tsui, pouco depois da meia-noite, quando se deslocava até à estação de metro, após o casal ter ido ao cinema.

"Um homem aproximou-se subitamente de mim. Agarrou o meu pescoço e deu um murro no meu olho esquerdo. Os meus óculos voaram", escreveu Wong no Facebook, onde publicou também uma foto que permite ver ferimentos na face, incluindo no nariz e na zona da sobrancelha.

Após o homem, que estava acompanhado por uma mulher, ter fugido, Wong e a namorada receberam assistência médica no Hospital Kwong Wah.

O ativista descreveu o ataque como "vergonhoso", enquanto o movimento Scholarism condenou o ato e afirmou ter ficado a dever-se às posições políticas de Wong. 

"O motivo do incidente pode ser por o atacante ter ideias políticas diferentes, recorrendo a meios violentos para intimidar membros do Scholarism", afirmou o grupo estudantil.

"O grupo insta o público a mostrar preocupação com este ataque e a pedir à polícia que o investigue. Não podemos prever se outros ataques semelhantes vão acontecer, esperamos que não", acrescentou.

Até agora as autoridades ainda não efetuaram qualquer detenção.

Joshua Wong é um estudante ativista que ficou conhecido pelo seu papel nos protestos pró-democracia que ocuparam a cidade por 79 dias no ano passado, e também nas manifestações contra o programa de educação patriótica.



Lusa
  • Todos os distritos sob Aviso Amarelo devido ao frio

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou Portugal continental sob Aviso Amarelo na quarta e na quinta-feira. Os termómetros vão estar abaixo de zero em todo o território, à exceção dos distritos de Lisboa, Porto e Faro.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.