sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos dois mortos em comboio de alta velocidade no Japão

Pelo menos duas pessoas morreram hoje depois de um passageiro de um comboio de alta velocidade do Japão se ter imolado pelo fogo no interior da composição, noticiou a televisão pública NHK.

© KYODO Kyodo / Reuters

O incidente teve lugar às 11:30 locais (03:30 em Lisboa), num dos comboios de alta velocidade da linha Tokai, que cumpre o trajeto entre Tóquio e Osaka.

O 'Shinkansen' encontrava-se entre as estações de Shin Yokohama e Odawara quando um dos passageiros se encharcou em combustível e ateou fogo a si próprio, explicou um porta-voz da companhia ferroviária JR Central à agência noticiosa Efe.

Um homem e uma mulher morreram, de acordo com a NHK, que não especificou, contudo, se o passageiro que provocou o fogo figura entre as vítimas mortais.

As autoridades tentam ainda controlar o incêndio que deflagrou na primeira carruagem do 'Shinkansen', parado há várias horas entre as referidas estações e que foi parcialmente evacuado. 

O incêndio, provocado voluntariamente numa aparente tentativa de suicídio, fez ainda pelo menos dois feridos graves e cerca de 20 pessoas terão sido assistidas por inalação de fumo, de acordo com os 'media' locais.

A JR Central foi obrigada a suspender a atividade de outros comboios de alta velocidade que cobrem o trajeto entre Tóquio e Osaka, segundo o porta-voz da companhia, devido ao incidente.

O ''Shinkansen'', cujo primeiro modelo foi lançado em 1964, é o equivalente japonês do TGV, sendo considerado dos comboios mais confortáveis, pontuais e seguros do mundo.

 

Lusa

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32