sicnot

Perfil

Mundo

"Solar Impulse 2" já sobrevoou um terço do percurso entre Japão e Havai

O avião "Solar Impulse 2", movido a energia solar, completou um terço da ligação entre o Japão e o Havai, após de mais de 40 horas de voo sobre o Oceano Pacífico, segundo fonte da organização.  

© KYODO Kyodo / Reuters

O avião, cujas asas estão cobertas com células fotovoltaicas, esteve parado durante um mês em Nagoya, no Japão, devido ao mau tempo, mas, agora, "as luzes estão verdes e tudo parece estar a correr como planeado", afirma um dos responsáveis pela experiência. 

A travessia aérea entre o Japão e o Havai tem um total de 7.900 quilómetros e os técnicos preveem que dure cerca de 120 horas ou cinco dias e cinco noites. 

Dois dias após a descolagem, o avião já percorreu 2.730 quilómetros e atingiu 6.250 metros de altitude. 

A bordo do "Solar Impulse 2" está apenas um piloto, André Borschberg, que assegurou, durante uma conversa com os engenheiros do centro de controlo, localizado no Mónaco, que o voo está a correr bem e descreveu esta etapa da viagem como um "momento fabuloso". 

O piloto afirmou que as "condições acima dos 20.000 pés de altitude são difíceis" e que está sujeito a temperaturas entre os 20º C negativos e os 30º C positivos. 

Para relaxar, o piloto pratica yoga e faz sestas de 20 minutos, segundo a organização. 

Se for bem-sucedida, esta será a viagem mais longa realizada por apenas um piloto e será, simultaneamente, a maior distância percorrida por um avião elétrico. 

Esta etapa entre o Japão e o Havai está inserida na viagem que o "Solar Impulse 2" irá percorrer à volta do mundo, que corresponde a 35 mil quilómetros, para promover o uso de energias renováveis. 

O criador do projeto, Bertrand Piccard, manifestou o seu entusiasmo com o êxito da iniciativa, explicando que o seu sonho era "ver um avião a voar sem queimar combustível". 
 

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26
  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.